fbpx
Conecte-se conosco

Esporte

Grêmio vence Fluminense e quebra jejum de sete jogos sem vitória

Publicado

em

O Grêmio finalmente voltou a vencer no Campeonato Brasileiro ao derrotar o Fluminense por 1 a 0 neste domingo, no Estádio Centenário, em Caxias do Sul, pela 13ª rodada da competição. O gol da vitória foi marcado por Gustavo Nunes no segundo tempo, encerrando uma sequência de sete jogos sem triunfos para o Tricolor Gaúcho, que acumulava seis derrotas e um empate.

Apesar da vitória, o Grêmio ainda permanece na zona de rebaixamento, somando apenas dez pontos. O Fluminense, por sua vez, amarga a lanterna do campeonato com apenas seis pontos e acumula sua sexta derrota consecutiva.

Detalhes do Jogo

O Grêmio começou a partida de forma agressiva, pressionando o Fluminense desde os primeiros minutos. Reinaldo e Dodi tiveram boas chances de abrir o placar, mas o goleiro Fábio, do Fluminense, fez defesas importantes para manter o zero no marcador.

Aos 25 minutos, Pavón teve uma grande oportunidade ao receber um passe dentro da área, mas acabou chutando longe do gol. Dodi também tentou de fora da área, quase acertando a rede adversária.

O Fluminense só conseguiu levar perigo aos 37 minutos, quando Terans cobrou uma falta e obrigou o goleiro Marchesín a fazer uma boa defesa. Nos minutos finais do primeiro tempo, Pavón quase marcou para o Grêmio, mas Fábio novamente salvou os visitantes. O primeiro tempo terminou sem gols.

 Segundo Tempo

Na volta do intervalo, o Fluminense mostrou uma postura mais ofensiva e criou boas chances logo no início. Gabriel Pires chutou com perigo e Cano também arriscou, mas a bola passou sobre o travessão. Lucumí tentou uma bicicleta, mas não conseguiu marcar.

Os sustos fizeram o Grêmio equilibrar o jogo novamente. Aos 15 minutos, Gustavo Nunes aproveitou um passe dentro da área e mandou a bola para o fundo das redes, marcando o gol da vitória.

O Fluminense sentiu o golpe e não conseguiu reagir. Para piorar a situação dos cariocas, Lucumí foi expulso nos minutos finais após receber o segundo cartão amarelo. O Grêmio manteve o controle da partida e quase ampliou o placar com um chute de Reinaldo, que parou em Fábio. Mesmo assim, o Tricolor Gaúcho saiu de campo com a vitória.

Próximos Confrontos

Na próxima rodada, o Fluminense recebe o Internacional no Maracanã, nesta quinta-feira. No mesmo dia, o Grêmio enfrenta o Palmeiras no Estádio Centenário, em Caxias do Sul. Ambos os times buscarão melhorar suas posições na tabela e sair da incômoda situação em que se encontram.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 1 X 0 FLUMINENSE

Local: Estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS)

Data: 30/06/2024

Horário: 16 horas

Árbitro: Paulo Cesar Zanovelli da Silva (Fifa-MG)

Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Fernanda Nandrea Gomes Antunes (Fifa-MG)

VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (Fifa-MG)

Cartões amarelos: Geromel e Dodi (Grêmio); Cano (Fluminense)

Cartões vermelhos: Lucumí (Fluminense)

GOL: Gustavo Nunes, aos 15min do segundo tempo (Grêmio)

GRÊMIO: Marchesin, João Pedro, Geromel, Rodrigo Ely e Reinaldo; Dodi (Natã), Pepê (Éverton Galdino), Edenílson (Carballo) e Cristaldo (Du Queiroz); Gustavo Nunes e Pavón (Nathan Fernandes). Técnico: Renato Gaúcho

FLUMINENSE: Fábio, Samuel Xavier, Marlon (Kauã Elias), Antônio Carlos e Marcelo (Diogo Barbosa); Thiago Santos, Martinelli e Gabriel Pires (Ganso); Terans (Lucumí), Keno e Germán Cano (John Kennedy). Técnico: Marcão

Fonte: Esportes

Comentários

Continue lendo

Esporte

 Bahia atropela Athletico-PR na Ligga Arena e cola no G4 do Brasileirão

Publicado

em

Por

Em uma noite inspirada do ataque, o Bahia venceu o Athletico-PR por 3 a 1 na Ligga Arena, em Curitiba, nesta quarta-feira (10/07), em partida válida pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols tricolores foram marcados por Everaldo, Biel e Luciano Juba, enquanto Lucas Di Yorio descontou para os donos da casa.

Com o resultado, o Esquadrão de Aço chegou aos 30 pontos e assumiu a quarta colocação, entrando de vez na briga por uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores da América. O Furacão, por sua vez, estacionou nos 25 pontos e caiu para a sétima posição.

O Bahia abriu o placar logo aos nove minutos do primeiro tempo, com um golaço de Everaldo. O atacante recebeu passe de Biel e, de primeira, acertou um lindo chute no ângulo de Léo Linck. Aos 15, Biel ampliou para o Tricolor após jogada individual e finalização precisa.

O Athletico-PR diminuiu aos 16 minutos, com Lucas Di Yorio, que aproveitou cruzamento de Fernando e, de cabeça, mandou para o fundo das redes. A reação paranaense, no entanto, parou por aí. Aos 27 da etapa final, Luciano Juba cobrou falta com perfeição, a bola desviou na barreira e enganou Léo Linck, sacramentando a vitória baiana.

O próximo compromisso do Bahia será no próximo sábado (15), contra o Cuiabá, às 16h (de Brasília), na Arena Fonte Nova, pela 17ª rodada do Brasileirão. Já o Athletico-PR volta suas atenções para a Copa do Brasil, onde enfrenta o Ypiranga, também no sábado, às 18h, na Ligga Arena, pelo jogo de volta da terceira fase da competição.

FICHA TÉCNICA 

ATHLETICO-PR 1 X 3 BAHIA

Local: Ligga Arena em Curitiba (PR)
Data: 10/07/2024
Horário:
19 horas (de Brasília)
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Assistentes: Fernanda Nandrea Gomes Antunes (MG) e Schumacher Marques Gomes (PB)
Cartões amarelos: Fernandinho e Thiago Heleno (Athletico-PR); Everaldo, Danilo Fernandes, Marcos Victor e Rezende (Bahia)
Gols: Everaldo aos nove minutos do 1ºT, Biel aos 15 minutos do 1ºT, e Luciano Juba aos 33 do 2ºT (Bahia), Lucas Di Yorio aos 16 do 2ºT (Athletico-PR)

Athletico-PR: Léo Linck, Léo Godoy (Madson), Mateo Gamarra, Thiago Heleno e Fernando Augusto; Gabriel (Bruno Zapelli) e Fernandinho; Emersonn (Pablo), Julimar (Cuello) e Christian; Lucas Di Yorio. Técnico: Juliano Roberto Antonello

Bahia: Marcos; Gilberto (Neuciano), Gabriel Xavier, Kanu e Luciano; Julio Cesar, Jean Lucas (Caio Alexandre), Cauly e Carlos de Pena (Éverton Ribeiro); Biel (Thaciano) e Everaldo (Ademir). Técnico: Rogério Ceni

Fonte: Esportes

Comentários

Continue lendo

Esporte

Botafogo brilha e goleia o Atlético-MG pelo Brasileirão

Publicado

em

Por

O Botafogo segue firme na disputa pela liderança do Campeonato Brasileiro. Neste domingo (07.07), o Fogão venceu o Atlético-MG por 3 a 0 no Estádio Nilton Santos, em partida válida pela 15ª rodada do torneio. A noite foi marcada por golaços de Luiz Henrique, Cuiabano e Savarino, ex-jogador do Galo.

Situação na Tabela

Com a vitória, o Botafogo encurtou a distância para a liderança e agora está a apenas um ponto do Flamengo. O Fogão soma 30 pontos e ocupa a vice-liderança do Brasileirão, superando o Palmeiras no critério de gols marcados. Por outro lado, o Atlético-MG continua enfrentando dificuldades e se afastando dos líderes. O Galo tem 18 pontos em 14 jogos e está na 12ª colocação.

O Jogo

O Botafogo começou a partida com intensidade e abriu o placar aos 12 minutos. Luiz Henrique recebeu um passe de Danilo Barbosa na entrada da área, conduziu a bola para o meio e acertou um belo chute, marcando um golaço. Aos 19 minutos, Matheus Mendes, goleiro do Atlético-MG, fez uma grande defesa após uma jogada de Júnior Santos, impedindo o segundo gol do Fogão.

A situação do Atlético-MG complicou-se ainda mais aos 23 minutos, quando Igor Rabello foi expulso após derrubar Luiz Henrique em um contra-ataque. Com um jogador a mais, o Botafogo controlou o jogo, mas não conseguiu ampliar o placar no primeiro tempo, indo para o intervalo com a vantagem de 1 a 0.

Segundo Tempo

Logo no início da segunda etapa, aos quatro minutos, Eduardo cobrou uma falta perigosa que obrigou Matheus Mendes a fazer uma boa defesa, mandando a bola para escanteio. Aos 11 minutos, Artur Jorge fez a primeira substituição, colocando Tchê Tchê no lugar de Danilo Barbosa.

O Atlético-MG reclamou de um possível pênalti aos 12 minutos, quando Cadu foi derrubado por Damián Suárez, mas o árbitro Rafael Rodrigo Klein mandou o jogo seguir, e o VAR não recomendou a revisão do lance.

Artur Jorge fez mais duas substituições, colocando Gregore e Savarino, que retornou ao time após defender a Venezuela na Copa América. Saíram Marlon Freitas e Eduardo. Aos 26 minutos, o Atlético-MG quase empatou com uma cobrança de falta de Hulk, que acertou o travessão.

Golaços e Vitória

O Botafogo respondeu de forma decisiva aos 33 minutos. Cuiabano aproveitou um rebote na meia-lua e chutou com força, marcando o segundo gol do Fogão. Aos 48 minutos, Savarino, ex-jogador do Atlético-MG, arriscou um chute da entrada da área e marcou mais um golaço, fechando o placar em 3 a 0. Este foi o primeiro gol do venezuelano contra seu ex-clube, pelo qual atuou de 2020 a 2022.

A vitória por 3 a 0 sobre o Atlético-MG foi um resultado expressivo para o Botafogo, que continua na briga pela liderança do Campeonato Brasileiro. Com uma atuação sólida e gols de grande qualidade, o Fogão mostrou que está preparado para os desafios que virão. O próximo confronto contra o Vitória será mais uma oportunidade para o time carioca seguir sua trajetória ascendente na competição.

Próximos Confrontos

Na próxima rodada, o Botafogo visita o Vitória no Barradão, nesta quinta-feira, às 21h30 (horário de Brasília). O Atlético-MG, por sua vez, enfrentará o São Paulo na Arena MRV, no mesmo dia e horário.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 3X0 ATLÉTICO-MG

Local: Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)

Data: 07/07/2024
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Rafael Rodrigo Klein (Fifa-RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (Fifa-RS) e Jorge Eduardo Bernardi (RS)
Cartão amarelo: Bastos e Tiquinho Soares (Botafogo) e Palacios (Atlético-MG)
Cartão vermelho: Igor Rabello (Atlético-MG)
Gols: Luiz Henrique, aos 12′ do 1ºT, Cuiabano, aos 33′ do 2ºT, e Savarino, aos 48′ do 2ºT (Botafogo)

BOTAFOGO: John; Damián Suárez, Alexander Barboza, Bastos e Cuiabano; Danilo Barbosa (Tchê Tchê), Marlon Freitas (Gregore) e Eduardo (Savarino); Luiz Henrique (Óscar Romero), Júnior Santos e Tiquinho Soares (Kauê). Técnico: Artur Jorge.
ATLÉTICO-MG: Matheus Mendes; Battaglia, Igor Rabello e Bruno Fuchs; Otávio, Alan Franco, Paulo Vitor (Palacios) e Gustavo Scarpa; Cadu (Vargas), Paulinho (Vitinho) e Hulk. Técnico: Gabriel Milito.

Fonte: Esportes

Comentários

Continue lendo

Esporte

Athletico vira o jogo e conquista vitória importante contra o Atlético Goianiense

Publicado

em

Por

O Athletico Paranaense superou adversidades e conquistou uma vitória crucial fora de casa neste domingo (07.07), ao derrotar o Atlético Goianiense por 2 a 1 em Goiânia. Com este resultado, o Furacão se mantém firme entre os seis primeiros colocados do Campeonato Brasileiro.

Desempenho e Superação

Mesmo enfrentando muitos desfalques e utilizando um elenco rotativo, o Rubro-Negro mostrou superioridade ao longo de toda a partida. O time perdeu boas chances no primeiro tempo e sofreu um gol em um momento de descuido, mas reagiu rapidamente e conseguiu a virada com gols de Julimar e Di Yorio.

O Jogo

Desde o início, o Athletico mostrou-se mais perigoso que o time da casa. As melhores oportunidades do primeiro tempo foram todas do Furacão. Erick teve a primeira chance em um chute que foi bloqueado pela defesa. Em seguida, Kaique Rocha lançou Julimar, que chutou em cima da marcação, e a bola sobrou para Zapelli, que finalizou para fora.

O atacante Emersonn, em sua primeira partida como titular, deu muito trabalho à defesa do Dragão. Após um ótimo passe de Zapelli, ele teve seu chute bloqueado. Mais tarde, recebeu de Julimar e bateu para o gol, mas a defesa novamente bloqueou e a bola ficou com o goleiro. Emersonn ainda deu um passe para Erick, que chutou forte, mas o goleiro fez uma boa defesa. Nos acréscimos, Emersonn recebeu na área, mas finalizou para fora.

Reação e Virada

Apesar do domínio, o Athletico foi surpreendido logo no primeiro minuto do segundo tempo. Em um lançamento do campo de defesa do Atlético Goianiense, Luiz Fernando recebeu com espaço, avançou e chutou forte, abrindo o placar para o time da casa.

O Furacão não se deixou abalar e reagiu rapidamente. Aos 4 minutos, o goleiro Mycael, estreando como titular, lançou a bola para o ataque. Pablo disputou com a zaga e, de costas para o gol, deu um toque de cabeça para trás, deixando Julimar cara a cara com o goleiro. Julimar finalizou com categoria e empatou a partida.

O Athletico continuou pressionando em busca da virada. Madson recebeu um ótimo lançamento de Kaique Rocha e cruzou rasteiro na pequena área, mas a zaga cortou. Em outro lance, Julimar cabeceou à direita do gol após um cruzamento de Fernando.

Momento Decisivo

Aos 25 minutos, o Furacão ganhou uma vantagem numérica quando Derek acertou uma cotovelada em Gamarra e foi expulso após consulta ao VAR. Aproveitando a superioridade, o auxiliar técnico Juca Antonello, que comandou o Athletico à beira do campo, fez três substituições, colocando Esquivel, Fernandinho e Di Yorio.

As mudanças surtiram efeito imediato. Aos 32 minutos, Kaique Rocha viu Fernandinho bem posicionado e fez um passe preciso. Fernandinho, com muita categoria, deu um toque de primeira que encontrou Di Yorio dentro da pequena área. O argentino ajeitou o corpo e bateu de virada, marcando o gol da vitória do Furacão em Goiânia.

A vitória por 2 a 1 sobre o Atlético Goianiense foi um marco de superação para o Athletico, que mesmo com desfalques e rodando o elenco, mostrou força e determinação. O resultado mantém o time entre os seis primeiros do Brasileirão e dá confiança para o próximo confronto contra o Bahia.

Próximos Confrontos

O Athletico-PR volta a campo na quarta-feira, contra o Bahia, pela 16ª rodada do Brasileirão. Já o Atlético-GO encara o Palmeiras, na quinta-feira.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 1 X 2 ATHLETICO-PR

Local: Estádio Antonio Accioly, Goiânia (GO)
Data: 07/07/2024
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: João Vitor Gobi (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (Fifa-SP) e Evandro de Melo Lima (SP)
Cartão amarelo: Luiz Fernando (Atlético-GO); Gamarra, Fernando e Esquivel (Athletico-PR)
Cartão vermelho: Derek, aos 28 minutos do segundo tempo.

GOL: Luiz Fernando, ao um minuto do segundo tempo (Atlético-GO), Julimar, aos quatro minutos do segundo tempo / Di Yorio, aos 32 minutos do segundo tempo (Athletico-PR)

ATLÉTICO-GO: Ronaldo; Maguinho (Bruno Tubarão), Adriano Martins, Alix Vinicius e Guilherme Romão; Rhaldney (Roni), Lucas Kal e Baralhas (Alejo Cruz); Shaylon (Yony González), E. Rodríguez (Derek) e Luiz Fernando. Técnico: Anderson Leal Gomes.

ATHLETICO-PR: Mycael; Madson, Kaique Rocha, M. Gamarra e Fernando (Esquivel); Erick, Gabriel, Emersonn (Christian), Zapelli (Fernandinho) e Julimar; Pablo (Di Yorio). Técnico: Juliano Roberto Antonello.

Fonte: Esportes

Comentários

Continue lendo