Conecte-se conosco

Flash

Grávida morre de Covid-19 após parto e faz último pedido: ‘falou para cuidar dos nossos filhos’, diz marido

Publicado

em

O marido de Simonete contou que a mulher tinha medo de pegar a coronavírus na gravidez. Há dez dias a servidora pública começou a apresentar os sintomas da doença, mas não tinha feito exames ainda.

Simonete Paiva da Silva estava no sexto mês da gravidez quando foi infectada com a Covid-19 e morreu na noite de quarta-feira (20) — Foto: Arquivo da família

Por Aline Nascimento

A agente comunitária de saúde Simonete Ribeiro de Paiva, de 40 anos, morreu com Covid-19 após um parto de emergência na noite de quarta-feira (20) no Instituto de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), em Rio Branco. Simonete estava no sexto mês de gestação do terceiro filho, teve complicações devido à doença e a precisou ser submetida a uma cirurgia para a retirada da criança.

O menino está internado na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal da Maternidade Bárbara Heliodora. Segundo o pai, o agricultor Roberto dos Santos Silva, de 40 anos, a criança está bem. Porém, ele não soube informar se o bebê nasceu com Covid-19. O último pedido da mulher ao marido foi para que ele cuidasse dos filhos.

______________________

“Me falaram que ele está bem, não disseram que está com Covid-19. Fizeram o exame, mas não me falaram se está. Ela piorou e tiraram o bebê lá mesmo [Into-AC]. A ambulância da maternidade veio e levou ele. Entubaram ela ainda, passou dez minutos viva ainda e morreu”, contou, abalado.

______________________

Simonete era servidora da saúde da cidade de Plácido de Castro. Ela trabalhava como agente comunitária há mais de dez anos. Após a morte da servidora, o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Acre (Sintesac), a Prefeitura e a Secretaria de Saúde de Plácido de Castro emitiram notas lamentando a morte da mulher.

A coordenadora da Atenção Primária de Plácido de Castro e colega de trabalho, Elenira Costa da Silva, explicou que Simonete estava afastada há dois meses, quando foi diagnosticada com pneumonia. Além disso, a servidora tinha doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) e asma.

“Ela era uma excelente profissional, era dedicada, trabalhava na zona rural, visitava diariamente com uma moto os pacientes. Ela se doava mesmo, quando o paciente não tinha medicamento ela tirava do bolso, quando estava acamado ela colocava na garupa da moto e trazia para atendimento. Era crítica e buscava melhorias. Não tinha problemas com ninguém, lamentamos muito a morte dela”, lamentou.

Infecção na gravidez

O marido de Simonete contou que a mulher tinha medo de pegar a coronavírus na gravidez. Há dez dias a servidora pública começou a apresentar os sintomas da doença, mas não tinha feito exames ainda. No sábado (16), Simonete, que morava na zona rural de Plácido de Castro, começou a passar mal e veio para a maternidade de Rio Branco.

Uma médica fez um raio-X e mandou internar a mulher. Ao trocar de plantão, o outro médico medicou Simonete e deu alta para ela, que voltou para casa novamente.

“No domingo [17], passou mal de novo. Na segunda, levei ela para o hospital de Plácido de Castro, levaram ela para a maternidade de novo e de lá foi para o Into na terça [19]. Ela chegou no Into, ficou no leito, não foi entubada e ficou muito apreensiva, ficou desesperada e me falaram que tirou a máscara de oxigênio e a saturação dela caiu e não conseguiram mais reverter o quadro”, relembrou.

Último pedido

Na quarta (20), o quadro de saúde Simonete continuou ruim e, no início da noite, a equipe fez a cirurgia de emergência para a retirada do bebê. Roberto Silva falou que a mulher tinha medo de se contaminar com a doença durante a gravidez. Ele disse que não sabe como a agente se infectou, mas que outros parentes dela, como o irmão, também pegaram a doença e estão internados.

________________________

“Por causa do histórico dela de DPCO, ela tinha medo, não queria ir para o Into de jeito nenhum. Na última vez que me ligou pediu para eu cuidar dos meninos e aí pegaram o telefone dela. No outro dia já morreu, não tinha contato mais com ela. Estávamos nos preparando para comprar o enxoval mês que vem, temos só algumas coisas que as pessoas deram”, lamentou.

________________________

Nota da Prefeitura de Plácido de Castro:

O prefeito Camilo da Silva, venho registra o mais sincero condolências a família e ao Esposo Roberto, por essa inestimável perda da senhora Simonete de Paiva, 40 anos, funcionária pública da Prefeitura de Plácido de Castro há mais de 12 anos como Agente Comunitária de Saúde, Lotada na Unidade de Saúde Mario Gomes, no Km 58. Moradora no Ramal Cazuza.

Que Deus em sua infinita misericórdia conforte e console os coração dos familiares dando força para suporta este momento de profunda dor. A mesma estava grávida. Faleceu devido às complicações da Covid-19.

Simonete se mostrou uma mulher guerreira, e sempre foi muito querida por colegas de trabalho e amigos.

Nota da Secretaria de Saúde:

É com extremo pesar que a Secretaria de Saúde do município de Plácido de Castro comunica o falecimento da agente de saúde Simonete Ribeiro de Paiva.

Simonete se mostrou uma guerraira, e sempre foi muito querida por colegas de trabalho e amigos.

Toda secretaria registra as mais sincera condolências à família e amigos por essa inestimável perda.

Comentários

Flash

Prefeitura realiza Ação de Combate à Dengue no Centro de Brasiléia

Publicado

em

A Prefeitura de Brasiléia através da secretaria de saúde deu continuidade, nesta segunda-feira,29, da campanha de orientação de combate à Dengue no município.

A ação foi coordenada pela equipe da Secretaria de saúde e foi realizada no centro de Brasiléia.

O objetivo é prevenir a proliferação dos focos do Aedes aegypti, além de conscientizar a população sobre a importância da participação de todos no combate à dengue e reduzir o número de cidadãos com a doença.

A Enfermeira Vânia Carolina participou da atividade e fala a respeito da conscientização em relação a prevenção e combate ao mosquito. “Nós estamos mais uma vez com ação de prevenção à Dengue, pedindo a população que não deixe água parada nos quintais, principalmente em vasilhas e pneus. Todos os anos, nesse período, aumenta a incidência da doença, e depende de nós evitarmos a proliferação e os focos do mosquito, por isso é muito importante que a população colabore, fazendo sua parte”, afirmou a enfermeira.

A dengue é uma doença febril aguda causada pelo vírus da dengue. Esse vírus possui quatro sorotipos conhecidos e é transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti.
A gravidade dos sintomas pode ser diferente de pessoa para pessoa (de acordo com o histórico de doenças crônicas, por exemplo) e ainda depende do tipo de vírus transmitido, e se houve uma infecção anterior pela doença.

Comentários

Continue lendo

Flash

Portaria determina ponto facultativo nos órgãos federais em 30 de novembro, Dia do Evangélico

Publicado

em

O Ministério da Economia publicou na edição desta terça-feira (29) do Diário Oficial da União a portaria 10.226 que estabelece que os órgãos e entidades da administração pública direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo federal, localizados no Distrito Federal, deverão observar a data de 30 de novembro, Dia do Evangélico, como ponto facultativo em 2022.

A medida, diz a portaria, não é aplicável às unidades administrativas que prestem atendimento ao público e que já possuam agendamento para atender cidadão, presencial ou remotamente, nesta quarta-feira, dia 30 de novembro de 2022.

A portaria é assinada pelo ministro Paulo Guedes.

Comentários

Continue lendo

Flash

PRF apreende mais de 180 kg de cocaína em Rio Branco

Publicado

em

Na manhã desta segunda-feira, 28, durante patrulhamento na BR 364, foi realizada a abordagem de uma caminhonete e, após as verificações, constatou-se que o veículo transportava grande quantidade de droga em um compartimento na estrutura de sua carroceria.

Após a abordagem, foram apreendidos 181,88 kg de drogas, dos quais 167,42 kg são de pasta base e 14,46 kg de cloridrato de cocaína.

Após as diligências, duas pessoas e um veículo foram encaminhados à Polícia Federal de Rio Branco-AC para as providências legais cabíveis.

Comentários

Continue lendo

Em alta