Corpo da mulher foi localizado em aio aos escombros - Foto: Almir Andrade
Corpo da mulher foi localizado em aio aos escombros – Foto: Almir Andrade

Da redação, com Almir Andrade

Era por volta das 22h00 desta sexta-feira, dia 31, quando a Policia Militar foi acionada para o Bairro Jose Hassem, onde estaria acontecendo um incêndio numa residência. As informações são de Almir Andrade.

Quando os policiais militares e o Corpo de Bombeiros chegaram no local, a residência que era toda de madeira, praticamente havia sido consumida pelas chamas e quase nada puderam fazer.

Os policiais foram informados que poderia ter uma mulher morta no local e foram averiguar. Momentos depois, puderam confirmar que, realmente um corpo de uma mulher gravida de três meses estava carbonizada no meio dos escombros.

Os restos mortais da mulher foram retirados do local e levado para Rio Branco pelo  homens do Instituto Médico Legal -IML. Até o fechamento da matéria, não havia informações e identificação da vítima no momento, somente pela manhã deste sábado, foi identificada como Rosicleia de Souza e Souza.

O principal suspeito, seria o namorado da vitima que foi preso em flagrante e levado para a delegacia de Epitaciolândia. De acordo com boletim de ocorrência da Policia, antes do incêndio houve briga entre o casal. O suspeito de atear fogo na casa, foi identificado como Francisco da Silva Pereira, que está em poder da Polícia Civil de Epitaciolândia.

Populares afirmaram que a vítima estava amarrada dentro da casa.


Companheiro se diz inocente e nega ter incendiado a casa

Francisco diz que inocente e que ex-companheira falava em se matar - Foto: Almir Andrade
Francisco diz que inocente e que ex-companheira falava em se matar – Foto: Almir Andrade

Nas primeiras horas deste sábado na delegacia de Epitaciolândia, Almir Andrade para conversou com Francisco Silva Pereira, o marido da mulher que foi queimada no incêndio na noite desta sexta-feira, no bairro Jose Hassem.

Francisco negou tudo e disse que saiu para comprar uma cachaça quando chegou, a casa já estava pegando fogo e nada pôde fazer para apagar.

Segundo ele, a mulher já vinha querendo se matar há algum tempo. O suspeito está preso na delegacia de Epitaciolândia a disposição da justiça.

VEJA DEPOIMENTO ABAIXO.

Comentários