O governo do Estado, por meio do setor de Hidrovias do Departamento de Estradas e Rodagens, Infraestrutura Hidroviária e Aeroportuária – Deracre,  está recuperando a balsa que fica ancorada na Praia da Base e dá apoio aos ribeirinhos durante todo o ano.

A embarcação serve de ancoradouro e pousada para os ribeirinhos e desgastou-se por um processo  natural. O casco foi corroído pela ferrugem, o que a deixou sem as mínimas condições de habitabilidade.

O geólogo Sócrates Magalhães, coordenador dos setor de Hidrovias do Deracre, declarou que o governo sentiu a necessidade de recuperar a balsa , já que  ela é utilizada por muitos colonos que precisam vir a Rio Branco para fazer suas compras.

Balsa que dá apoio e hospedagem a ribeirinhos estava deteriorada. Embarcação chega a abrir 60 pessoas na cheia do rio Foto: Eudes Góes/Deracre

Segundo Sócrates, o rio é uma espécie  de rodovia, ligado por afluentes que seriam os ramais fluviais, por onde passa o agronegócio. Ele afirmou que uma equipe de soldadores da oficina do Deracre trabalha na recuperação da embarcação há pelo menos oito dias e que a expectativa é de que em duas semanas ela esteja pronta.

José Augusto, um agricultor ribeirinho, diz que a recuperação do flutuante é importante. O colono conta que existem muitos agricultores isolados assim como ele e que acabou de trazer alguns animais e grãos para serem vendidos em Rio Branco.

O homem destacou a importância do flutuante e elogiou a ação do governo. “Durante os meses de janeiro e fevereiro, quando as águas do rio sobem, chegam a habitar o local cerca de 60 pessoas”, conta o ribeirinho.  Ele também propôs a construção de um outro barco para que o apoio seja mais confortável.

Comentários