Com a presença de secretários estaduais e diretores de vários órgãos governamentais, foram debatida as formas de atuação de cada uma das instituições que possam assegurar o apoio para famílias que venham a ser atingidas pela cheia.

Equipe de governo debate planejamento estratégico para execução de ações em possível cheia dos rios acreanos Foto: Diego Gurgel/Secom
Wesley Moraes

Somente nestes 23 dias de dezembro já choveu em todo o estado 348,2 milímetros, volume bem acima da média histórica para o mês, que é de 249 milímetros. A situação é de alerta, sobretudo com os principais rios acreanos. Na capital, o nível do rio Acre ultrapassou a cota de alerta (13,50 metros) e na manhã desta segunda, 23, registra 13, 78 metros. Mesma situação do rio Juruá, em Cruzeiro do Sul. Na última medição realizada pelo Corpo de Bombeiros, a profundidade do manancial era de 12,13 metros.

Antecipando-se a possíveis inundações, o Governo do Estado iniciou o planejamento estratégico de ações que podem ser adotadas durante o período. Com a presença de secretários estaduais e diretores de vários órgãos governamentais, foram debatida as formas de atuação de cada uma das instituições, assim como as que possam assegurar o apoio para famílias que venham a ser atingidas pela cheia.

De acordo com o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Carlos Batista, o governo estadual está atento à elevação do nível dos rios e pronto para assegurar o apoio para as prefeituras dos municípios que podem sofrer com a cheia. Ele disse ainda que um grupo específico já foi montado para acompanhar de perto a situação.

Rio Acre registrou 13, 78 metros nesta segunda-feira Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Estamos entrando em um período muito chuvoso no Estado do Acre e o Corpo de Bombeiros, por meio da Defesa Civil estadual, vem desde o mês de junho realizando um trabalho de acompanhamento junto às prefeituras com reuniões, orientações e capacitações para que elas possam atuar da melhor forma possível neste período. Nesta reunião fizemos o levantamento das instituições de Estado que estão se preparando para este momento e, a partir de agora, vamos montar um grupo para que possamos nos reunir periodicamente para tratar desse assunto e dar apoio às prefeituras, caso ocorram inundações em suas cidades”, explicou Batista.

Coronel Carlos Batista explicou que o governo do Acre está pronto para dar o suporte necessário aos municípios que podem sofrer com inundações Foto: Diego Gurgel/Secom

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) é responsável pelo monitoramento meteorológico e elaboração de boletins informativos sobre a previsão do tempo que serão intensificados a partir de agora para a população. De acordo com o gestor da pasta, Israel Milani, até o próximo dia 28 de dezembro são esperados grandes volumes de chuva em todas as regiões do Acre.

Secretário Israel Milani afirmou que divulgação de boletins meteorológicos serão intensificados a partir de agora Foto: Diego Gurgel/Secom

“Temos plataformas espalhadas por todos os principais rios acreanos em parceira com a Agência Nacional de Águas e a Defesa Civil. Isso faz com que possamos ter um monitoramento em tempo real da elevação e baixa dos mananciais. A secretaria de Meio Ambiente vem fazendo o boletim meteorológico de maneira bem completa e vamos intensificar a divulgação em grupos nos aplicativos, nos sites do governo e para a própria Defesa Civil para que possa tomar as decisões necessárias”, pontuou.

Comentários