fbpx
Conecte-se conosco

Acre

Governo cede à pressão dos servidores da saúde e abre negociação com o Sintesac

Publicado

em

O movimento foi suspenso nos próximos três dias, mas mantido o estado de greve, e uma nova paralisação está marcada para sexta-feira (21)

O Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Acre (Sintesac) conseguiu avançar nas negociações com o Governo do Estado já no primeiro dia do movimento grevista.

O movimento foi suspenso nos próximos três dias, mas mantido o estado de greve, e uma nova paralisação está marcada para sexta-feira (21), onde serão avaliados os avanços.

O sindicalista Adailton Cruz, presidente eleito do Sintesac, revelou que a reunião com os representantes do governo ocorrida ao longo de terça-feira (18) foi bastante proveitosa e o sindicato saiu da reunião com uma agenda de negociações garantida.

“A luta avançou mas ainda não acabou. Esgotaremos as agendas de quarta e quinta, e na sexta feira todos estão convocados novamente para analisar a paralisação e as atividades, bem como avaliar os resultados”, frisou.

A reunião de avaliação ocorrerá em frente à sede do governo, na “Casa Rosada” a partir das 8h00.

Secretário de saúde assina documento de negociação

“Nós já temos a garantia por escrito que o governo mantém o reajuste e a incorporação já pactuados em mesa de negociação. Além disso, o retorno dos servidores irregulares ao plano de carreiras vai ser fruto de uma discussão conjunta com a Procuradoria Geral do Estado [PGE] e o setor jurídico do sindicato”, informou o sindicalista.

A homologação da aposentadoria especial também vai ser discutida com a PGE e a discussão sobre o acordo coletivo do Pro-Saúde será retomada a partir de quarta-feira (19).

Dois mil servidores cruzaram os braços

Adailton parabenizou a todos os servidores em Saúde do Estado, em especial os que foram as ruas e apoiaram o movimento grevista: “Foram quase dois mil servidores que cruzaram os braços”.

“Em Rio Branco o prédio da Sesacre e a casa do governador encolheram, pois foram mais de 600 servidores na rua. Apesar de todas as pressões do governo e dos diretores das unidades de saúde, os servidores não deram ouvidos e a resposta foi nas ruas com a paralisação”, finalizou.

Comentários

Continue lendo

Acre

PF deflagra ‘Operação Cerco 3’ contra facção criminosa no Acre

Publicado

em

Foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão

Nesta sexta-feira, 12/7, a Polícia Federal, com o apoio da Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Penal e do Grupo Especial de Operações em Fronteira (GEFRON), deflagrou a Operação Cerco 3 para combater facção criminosa que atua no Acre.

A ação foi deflagrada pela Delegacia de Polícia Federal de Cruzeiro do Sul/AC em endereços situados nas cidades de Cruzeiro do Sul/AC e Mâncio Lima/AC, com o cumprimento de oito mandados judiciais de busca e apreensão expedidos pela Vara de Delitos de Organizações Criminosas do Tribunal de Justiça do Acre.

Durante a operação, dois homens foram presos por tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo.

Os investigados poderão ser processados pelo crime de integrar organização criminosa, além de quaisquer delitos correlatos, como tráfico de drogas e posse irregular de armas.

Comentários

Continue lendo

Acre

Morre piloto de avião que caiu em Manoel Urbano após 3 meses internado; comandante é a 4ª vítima

Publicado

em

Governador Gladson Cameli publicou nota de pesar confirmando a morte de Valdir Roney Mendes, de 59 anos. Ele comandava avião que caiu em Manoel Urbano em março.

Valdir Roney Mendes era natural de Sena Madureira e tinha 37 anos de aviação. Foto: Arquivo pessoal

Com assessoria

O piloto Valdir Roney Mendes, de 59 anos, morreu nesta sexta-feira (12) em Manaus (AM), após mais de três meses internado no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, na capital amazonense. Ele é a quarta vítima fatal da queda do aviãoem Manoel Urbano, interior do Acre, em 18 de março deste ano.

Sete pessoas estavam a bordo da aeronave que caiu após decolar, incluindo o piloto, sendo quatro homens e três mulheres. Eles seguiam para a cidade de Santa Rosa do Purus, distante 150 km do município de onde decolaram. Sidney Estuardo Hoyle Vega, comerciante peruano, morreu no acidente. Nove dias depois, Suanne Camelo morreu em Manaus (AM). No dia 24 de maio, morreu a biomédica Amélia Cristina Rocha, de 28 anos, a terceira vítima.

A informação foi divulgada pelo governador Gladson Cameli, por meio de uma publicação em rede social. Mendes foi transferido à unidade em Manaus no dia 22 de março. Na postagem, o governador ressaltou que o profissional, natural de Sena Madureira, no interior do Acre, tinha 37 anos de aviação, e se compadeceu com a família.

“Rogamos a Deus que possa, neste momento de profunda dor, consolar seus familiares, amigos e colegas de profissão”, destacou Cameli.

O piloto estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com 40% do corpo queimado. Ainda não há informações sobre o translado do corpo de Mendes para o Acre.

Comentários

Continue lendo

Acre

Quatro detentos fazem furo em parede de cela e fogem de presídio Manoel Neri da Silva

Publicado

em

Por

De acordo com o Iapen, Dhon Everton dos Santos Martins, Moisés Nascimento Cassiano, Adelcivane Gomes de Azevedo, Lucas Francisco da Rocha são procurados pela polícia penal e demais forças de segurança.

Dhon Everton (1º), Moisés Nascimento (2º), Adelcivane Gomes (3º) e Lucas Francisco (4º) fugiram nesta sexta-feira (12) em Cruzeiro do Sul. Foto: Arquivo/Iapen-AC

Quatro detentos fugiram do presídio Manoel Neri da Silva, em Cruzeiro do Sul, no interior do Acre, após fazerem um furo na parede da cela 322, no bloco nº 12, na madrugada desta sexta-feira (12).

De acordo com o Iapen, os fugitivos foram identificados como:

  • Dhon Everton dos Santos Martins

Dhon Everton dos Santos Martins, foragido do presídio Manoel Néri, em Cruzeiro do Sul. Foto: Arquivo/Iapen-AC

  • Moisés Nascimento Cassiano

Moisés Nascimento Cassiano, foragido do presídio Manoel Néri, em Cruzeiro do Sul. Foto: Arquivo/Iapen-AC

  • Adelcivane Gomes de Azevedo

Adelcivane Gomes de Azevedo, foragido do presídio Manoel Néri, em Cruzeiro do Sul. Foto: Arquivo/Iapen-AC

  • Lucas Francisco da Rocha

Lucas Francisco da Rocha, foragido do presídio Manoel Néri, em Cruzeiro do Sul. Foto: Arquivo/Iapen-AC

“Por volta das 5h da manhã, durante ronda, um dos policiais penais percebeu pedaços de roupa no alambrado em torno do presídio. Em seguida ele acionou a equipe de plantão que verificou que parte da parede de uma das celas havia sido quebrada com a utilização do ferro de um ventilador, e confirmou a fuga dos quatro detentos”, acrescenta a nota do instituto.

A polícia penal e demais forças de segurança mantêm buscas pelos fugitivos. Nenhum foi recapturado até a última atualização desta reportagem.

Detentos abriram brecha utilizando ferro de um ventilador no presídio Manoel Neri da Silva, em Cruzeiro do Sul. Foto: Reprodução/Rede Amazônica Acre

Comentários

Continue lendo