O governador Gladson Cameli foi até ao auditório da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEE) na manhã desta segunda-feira, 17, para realizar o lançamento do Projeto Escola do Futuro e apresentar o kit tecnológico que será utilizado nas escolas a partir do ano que vem.

Projeto foi lançado no auditório da SEE Foto: Diego Gurgel/Secom

Também participaram da solenidade, o secretário de Educação, Mauro Sérgio Cruz, o secretário-adjunto Moisés Diniz e toda a equipe de diretores e chefes de departamento da SEE.

O kit tecnológico apresentado pelo governador é formado por um carrinho de recarga, um par de óculos 3D de realidade virtual e por 20 notebooks chrome books que permitirão tanto aos alunos quanto aos professores uma nova realidade de ensino e de aprendizagem nas escolas.

O chefe do Departamento de Tecnologia Educacional e da Informação, Javã Costa, explicou que o kit, que chegará a todas as escolas acreanas, contribuirá para reduzir a evasão escolar e aumentar o interesse do aluno pela aprendizagem. Os óculos virtuais tem 2K de resolução e o carregador permite até 10h de autonomia.

Além do kit tecnológico, foi apresentado, ainda, também dentro do Projeto Escola do Futuro, o novo modelo de escolas que serão construídas para atender as comunidades. A previsão é que a primeira delas esteja concluída ainda este ano.

Ao falar sobre o projeto, o governador Gladson Cameli destacou que “o mundo não vai voltar a ser como antes e que são exatamente essas ferramentas que vamos começar a utilizar. Com elas, vamos mostrar que o Acre está na frente desse novo modo de olhar, de modo de ensinar mais rápido, mais prático e mais eficiente”, afirmou.

Secretário de Educação falou da importância do projeto para evitar a evasão escolar Foto: Diego Gurgel/Secom

O secretário Mauro Cruz destacou que os equipamentos são de última geração e que, com eles, os alunos permanecerão nas escolas. “Vamos transformar as salas de aula em grandes laboratórios, com aulas mais interativas e essa ferramenta vem ajudar também o professor e melhorar o conhecimento”, destacou.

Comentários