Conecte-se conosco





Cotidiano

Gladson e ministro da Infraestrutura garantem a Ponte do Madeira para dezembro

Publicado

em

Foi realizada na tarde desta sexta-feira (2) a vistoria da obra das cabeceiras da Ponte sobre o Rio Madeira, que liga o Acre ao restante do país. A data de entrega da obra ficou para dezembro, com a presença do presidente Jair Bolsonaro e demais autoridades.

A solenidade contou com a participação do ministro da Infraestrutura Tarcísio Freitas, o governador Gladson Cameli e o governador de Rondônia, Marcos Rocha, o vice-governador do Acre Wherles Rocha (PSL), o deputado estadual Luiz Gonzaga (PSDB), o deputado federal Alan Rick (DEM), além de empresários e parlamentares rondonienses.

Na ocasião, o governador Cameli (sem partido) disse que solicitou ao ministro da Infraestrutura celeridade na execução das obras para que a inauguração seja concretizada ainda este ano. Segundo ele, não há motivos para o adiamento.

“A obra é a garantia do desenvolvimento da região”, disse o governador de Rondônia

“Está confirmado o que foi dito. A inauguração da ponte ainda não tem data oficial, mas, será na segunda semana de dezembro”, declarou.

Cameli pontuou que a execução da obra já vem se arrastando por muitos anos, porém, ele não mencionou culpados pela demora na finalização do lado de Rondônia. “Essa foi uma de minhas grandes bandeiras enquanto senador da República. Vale lembrar que isso beneficia mais o Acre”, explicou.

Bastante atento aos detalhes da execução da ponte, o ministro Tarcísio Freitas relatou à imprensa que a data de inauguração está mantida e que desta vez não há razões de ocorrer um novo atraso, como já ocorreu anteriormente.

Governadores de Rondônia e Acre: sintonia

“Em dezembro é a previsão. O lado do Acre já está concluído e o lado de Rondônia está faltando pouca coisa, como por exemplo a última galeria da cabeceira da ponte. Tão logo esteja pronto, vamos iniciar com o asfalto. A previsão é que na segunda semana estejamos com o presidente Bolsonaro inaugurando a obra”, ressaltou.

O governador de Rondônia, Marcos Rocha, enalteceu o empenho e determinação do chefe do Executivo acreano no esforço e na busca da conclusão da ponte, que em sua opinião será de extrema importância. “A obra será relevante para o Acre, Rondônia, Amazonas e Roraima, ou seja, é a garantia do desenvolvimento da região”, argumentou.

A parte pendente do lado rondoniense está 400 metros da Ponte do Madeira e mais 1.600 metros do acesso a rodovia.

 

Comentários

Em alta