Gladson PF1Escolhido pelo conselho das entidades da instituição, o deputado federal Gladson Cameli (PP-AC) recebeu na noite desta quarta-feira, 06, a Medalha Deferência Policial Federal, numa solenidade de comemoração ao “Dia da Polícia Federal – 69 anos”, realizada no salão de eventos do Espaço da Corte, em Brasília.

O parlamentar, que é considerado um dos mais atuantes na defesa dos direitos da categoria e na luta pelo fortalecimento da Polícia Federal, agradeceu o reconhecimento e reafirmou seu compromisso em continuar trabalhando para a valorização e o respeito à instituição.

Gladson destacou a importância da Polícia Federal para o país e a necessidade de ampliar suas bases nos estados brasileiros, principalmente nas áreas de fronteiras como o Acre, que é diretamente ligado a países como Peru e Bolívia, conhecidos como os maiores produtores de coca (matéria-prima da cocaína) do mundo.

“Precisamos valorizar a Polícia Federal e seus membros, responsáveis por um trabalho essencial para garantir a ordem pública e a segurança da sociedade. Desde a sua criação a instituição tem dado provas de sua seriedade e compromisso com o país, investigando casos que a população exige elucidação. Por isso, é necessário que haja investimentos por parte do governo para que esse trabalho seja realizado de forma digna e eficaz”, disse Cameli.

De acordo com a presidente do Sindicato Nacional dos Servidores Administrativos da Polícia Federal, Leilane Ribeiro, as entidades representativas de classe da Polícia Federal têm o prazer de entregar ao deputado federal Gladson Cameli a medalha “Deferência Policial Federal” em razão das lutas empreendidas por ele em defesa da Polícia Federal, lutando para que as entidades atuem com liberdade e isenção em prol da segurança pública brasileira.

Entre outras personalidades, Gladson Cameli foi escolhido para receber a medalha através de um consenso da Central Única dos Policiais Federais (Centrapol); Sindicato dos Delegados de Polícia (Sindepol); Associação Nacional dos Servidores da Polícia Federal (Ansef); Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (ACPF); Associação Brasileira dos Papiloscopistas Policiais Federais (Abrapol), além de outras entidades ligada à instituição.

Comentários