Conecte-se conosco





Brasil

Gladson deve anunciar nesta segunda a compra de 700 mil doses da vacina Johnson

Publicado

em

O executivo havia comprado 700 mil doses pelo consórcio de Estados do Norte e Nordeste.

Foto: Vincent Kalut / Photonews via Getty Images

POR EVERTON DAMASCENO

O governador Gladson Cameli convocou na manhã desta segunda-feira (3) uma reunião de urgência para tratar da compra de 700 mil doses da vacina fabricada pela Johnson & Johnson contra o coronavírus.

De acordo com a porta-voz do governo, Mirla Miranda, as tratativas estão sendo feitas e existem mais de 90% de chance de o Estado adquirir o imunizante que tem eficácia de 66% na prevenção de casos moderados a graves de Covid-19, de acordo com estudos preliminares.

A decisão do governo surgiu após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) negar a comercialização da vacina russa Sputinik V no Brasil. O executivo havia comprado 700 mil doses pelo consórcio de Estados do Norte e Nordeste.

A vacina Johnson já tem aprovação da Anvisa para uso emergencial no Brasil, desde o dia 30 de março.

Gladson deve anunciar a aquisição ainda nesta segunda-feira (3), em coletiva à imprensa.

Comentários

Em alta