fbpx
Conecte-se conosco

Acre

Gestores do Acre participam de oficina técnica sobre projetos privados e jurisdicionais de carbono florestal no Brasil

Publicado

em

Gestores e técnicos do Acre, Amapá, Pará e Tocantins participaram de uma oficina técnica sobre aninhamento (conformidade entre projetos privados e jurisdicionais) em várias escalas no Brasil, realizada nesta quarta-feira, 22, em Brasília (DF). Os participantes fazem parte do grupo de trabalho (GT) que debate as metodologias e abordagens para mensuração, relato e verificação (MRV) de resultados de REDD+ no Brasil, alocação de emissões reduzidas para entes federativos, programas e projetos privados de carbono florestal.

A oficina foi liderada pelo governo do Acre, por meio do Instituto de Mudanças Climáticas e Regulação de Serviços Ambientais (IMC) e do Tocantins, por meio da Secretaria  de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), líderes do GT, em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) e o governo federal, que acompanha a preparação e condução do evento, como parceiro estratégico.

Francisca Arara compartilhou experiências, avanços e desafios do governo do Acre. Foto: Edgar Marra

Integram a comitiva acreana o presidente do IMC, Leonardo Carvalho; o presidente da Companhia de Desenvolvimento a Serviços Ambientais (CDSA), José Luiz Gondim; a secretária dos Povos Indígenas (Sepi), Francisca Arara; a coordenadora do Programa REM Acre, Marta Azevedo; e os técnicos do IMC, Leonardo Ferreira e Lucélia Filgueira.

Gestores do Acre participam de oficina técnica sobre projetos privados e jurisdicional no Brasil. Foto: Wesley Moraes/Secom

Do governo federal participaram representantes da Casa Civil; do Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima (MMA), por meio da Secretaria Executiva da Comissão Nacional para REDD+ (CONAREDD+); do Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA); do Ministério de Relações Exteriores (MRE); do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa); do Ministério de Planejamento e Orçamento; do Ministério da Fazenda; do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio); do Ministério dos Povos Indígenas (MPI); da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai); do Ministério da Igualdade Racial (MIR); do Banco Nacional do Desenvolvimento Sustentável (BNDS) e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Especialistas do governo federal apresentaram o uso de sistemas e dados geoespaciais, que permitem o monitoramento no âmbito nacional. Foto: Edgar Marra

Os debates contaram com a contribuição de especialistas, apresentando o uso de sistemas e dados geoespaciais que permitem o monitoramento no âmbito nacional. Ao longo da manhã, foi possível ampliar a compreensão acerca dos aprimoramentos necessários para gerar maior integridade climática e de como os dados técnicos são importantes para elaboração do Inventário Nacional de Gases do Efeito Estufa (GEE), do Mapa de Carbono, do Nível de Referência de Emissões Florestal (FREL) e dos resultados de REDD+ e o relacionamento com a Contribuição Nacionalmente Determinada (NDC, em inglês).

No período da tarde Leonardo Carvalho e Francisca Arara puderam compartilhar as experiências, avanços e desafios do governo do Acre para o aprimoramento do sistema de REDD+ Jurisdicional e da política ambiental do Sistema de Incentivo a Serviços Ambientais (Sisa), que prevê uma série de instrumentos, programas e projetos que beneficiam comunidades tradicionais, extrativistas e indígenas.

Oficina técnica capacita gestores e técnicos sobre conformidade entre projetos privados e jurisdicional. Foto: Wesley Moraes/Secom

Ao fim do primeiro dia da oficina, que se encerra nesta quinta, 23, gestores e técnicos puderam ampliar a compreensão acerca do processo para o aninhamento, critérios de contabilidade, requisitos de governança (legislação, regulação, políticas) e salvaguardas no Brasil. O evento conta ainda com a participação da sociedade civil e do setor privado, centros de pesquisa e de cooperação internacional.

O evento deve propor caminhos para convergência entre programas de REDD+ jurisdicionais e privados, as potenciais soluções da plataforma C2050, bem como as perspectivas de desenvolvedores de projetos, governos estaduais, entidades federais sobre as possibilidades nacionais para acesso ao mercado de crédito de carbono.

Fonte: Governo AC

Comentários

Continue lendo

Acre

No Acre, servidores do Meio Ambiente entrarão em greve dia 24

Publicado

em

Servidores federais de órgãos de Meio Ambiente de 11 estados, incluindo o Acre, decidiram nessa sexta-feira (14) declarar greve geral a partir do próximo dia 24 de junho.

Segundo a Associação Nacional dos Servidores da Carreira de Especialista em Meio Ambiente (Ascema Nacional), além do Acre, a paralisação também contará com a adesão de servidores dos estados: Espírito Santo, Goiás, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul.

O Distrito Federal, Bahia e Santa Catarina também decidiram parar, mas a partir do dia 1º de julho. O estado do Ceará votou contra a greve.

Comentários

Continue lendo

Acre

Motorista morre com cabeça esmagada em acidente de trânsito em Rio Branco

Publicado

em

Populares e Samu tentam reanimação, mas o óbito foi confirmado no local.

Na noite deste sábado (15), Romário Teixeira Martins, de 32 anos, sofreu um acidente fatal no km 1 da rodovia AC-10, conhecida como Estrada de Porto Acre, em Rio Branco.

Testemunhas relataram que Romário dirigia um carro modelo Fox, de cor preta e placa NAA-8755, em alta velocidade no sentido Porto Acre/Rio Branco. Ao passar direto em uma curva, o veículo invadiu o terreno de uma residência à margem da rodovia. No trajeto, Romário foi arremessado para fora do carro, que acabou caindo sobre ele, esmagando sua cabeça. Ele sofreu fraturas na face e exposição de massa encefálica, além de uma fratura exposta na perna, morrendo antes de receber atendimento médico.

Populares que passavam pelo local tentaram ajudar Romário. Entre os presentes, um técnico de enfermagem realizou as primeiras manobras de reanimação, mas sem sucesso. Uma ambulância de suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou ao local, mas os socorristas só puderam atestar o óbito de Romário.

Policiais militares do Batalhão de Trânsito isolaram a área para a realização da perícia criminalística. Após os procedimentos, os auxiliares de necropsia do Instituto Médico Legal (IML) recolheram o corpo de Romário para exames cadavéricos. O veículo permaneceu no local, sob a responsabilidade da família proprietária da casa e do terreno onde o carro parou.

Comentários

Continue lendo

Acre

Peão de rodeio pisoteado na cabeça é transferido para o Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco

Publicado

em

Foto: WhatsApp

Um peão de rodeio, identificado pelas iniciais A.R.M., natural do município de Assis Brasil, será transferido para o Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (HUERB) na capital do Acre após ser pisoteado durante um rodeio na noite deste sábado, 15, em Brasiléia.

De acordo com informações do hospital local, A.R.M. não conseguiu se segurar no animal durante a montaria, caindo e sendo pisoteado na região da cabeça. O acidente resultou em um possível trauma no lado direito, além de fratura no maxilar.

Devido os ferimentos, a equipe médica de Brasiléia decidiu transferir o peão para a capital, onde ele poderá receber cuidados médicos mais avançados e especializados no HUERB. O peão está consciente sem qualquer perigo maiores.

Um incidente semelhante teria ocorrido na sexta-feira, 14, mas não foi grave e o peão já está na ativa. Segundo a organização do evento, todos os cuidados são tomados para esse tipo de evento, onde existe uma apólice, tipo de seguro para garantir o apoio para os organizadores, atletas, vaqueiros, juízes, peões, palhaços salva vidas, madrinheiros(as) porteireiros, Staff e demais envolvidos, caso venham sofrer alguns imprevistos.

Comentários

Continue lendo