fbpx
Conecte-se conosco

Extra

Gefron prende segundo ‘coiote’ suspeito de transporte ilegal de imigrante com 15 mil dólares

Publicado

em

Texto: Ascom/Sejusp - Vídeo: Alexandre Lima

O Grupo Especial de Fronteiras (Gefron) surpreendeu mais um suspeito de atuar coiote no transporte de imigrantes do Brasil para o Peru. O homem, de nacionalidade peruana, foi preso no final da tarde desta quarta-feira, 17, com 15.150 dólares, 222 reais e 140 soles peruanos. A prisão aconteceu na BR 317, que liga as cidades de Brasileia e Assis Brasil.

De acordo com informações da equipe comandada pelo tenente-coronel Antonio Teles, durante a abordagem, os policiais encontraram os valores apreendidos e, ao questionar o suspeito, este não apresentou nenhum tipo de registo dos órgãos fiscalizadores. A quantia soma cerca de R$ 80 mil em valores convertidos.

Coronel Teles e Delegado Rêmulo Dinis na delegacia da Polícia Federal em Epitaciolândia, onde entregaram o dinheiro e o ‘coiote’ – Foto: Alexandre Lima

O delegado de Polícia Civil, Rêmulo Diniz, ressaltou que este segundo suspeito adotou o mesmo modus operandi. “Ele veio em voo onde vários imigrantes chegaram do estado de São Paulo e não tem qualquer comprovação da origem do dinheiro. Praticamente todo o dinheiro era em moedas estrangeiras, o que necessita de um câmbio por órgãos oficiais aqui no país e ele não apresentou os documentos”, afirmou.

O suspeito foi conduzido para a Polícia Federal, onde será feita a perícia dos celulares e análise de documentos apreendidos.

Diniz destacou que a ação do Gefron auxilia as forças federais na descoberta de como funciona o sistema criminoso que tenta levar imigrantes para fora do país. “Além disso, ajuda a apurar o envolvimento em outros crimes que possam estar vinculados, como o tráfico de drogas, por exemplo. Estamos dando uma resposta dura, pois a fiscalização de nossa fronteira continua ativa”, concluiu.

Já o Coronel Teles, destacou que o Gefron está em fiscalização constante tanto nas estradas quando nos rios, principalmente na região de Epitaciolândia. “São cerca de 100 barcos brasileiros e peruanos levando e trazendo pessoas somente em Assis Brasil. Já nas estradas, estamos em constante vigilância nos taxis e veículos particulares, com intuito de coibir o tráfico de pessoas até a região de fronteira”, destacou.

O oficial destacou que o fluxo de imigrantes tem aumentado nos últimos dias e com isso, as forças de segurança está intensificando os trabalhos desde a semana passada.

Comentários

Continue lendo

Extra

Por tráfico de drogas: Ex-militar da Aeronáutica tem prisão preventiva decretada

Publicado

em

Flagrado com 178 quilos de entorpecentes,Matheus de Souza Oliveira, teve a prisão preventiva decretada pela Justiça do Acre.

A decisão foi da juíza da Vara de Plantão durante audiência de custódia, no Fórum Criminal.

O ex-cabo da Aeronáutica, foi preso na noite do último sábado, 20,  em Rio Branco.

A ação foi realizada por investigadores da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico da Polícia Civil e contou com o apoio do núcleo da DENARC de Cruzeiro do Sul.

Na carreta, conduzida pelo ex-militar, os agentes da DENERC, encontraram 178 quilos de drogas, além de R$ 14 mil em dinheiro.

O entorpecente, estava escondido em bolsas de viagem, atrás do banco do motorista.

Matheus de Souza, saiu de Cruzeiro do Sul e teria como destino Rio Branco, mas foi abordado pelos agentes da DENARC, na Vila Custódio Freire.

O delegado Saulo Mâcedo, disse que a apreensão  é resultado de um trabalho, que vem sendo desenvolvido pela Delegacia de Repressão ao Narcotráfico.

A ação dos policiais da DENARC, resultou em um prejuízo  de cerca de R$ 4 milhões. Só carregamento de entorpecente, estava avaliado em  R$ 3 milhões.

A carreta, que foi apreendida, custa cerca de R$ 1 milhão.

Só este ano os agentes da DENARC, apreenderam mais de 200 quilos de drogas e cerca de R$ 100 mil.

Comentários

Continue lendo

Extra

Em Brasiléia, homem é condenado por estupro de vulnerável

Publicado

em

O Juízo da Vara Criminal de Brasiléia condenou um homem por estupro de vulnerável. A pena estipulada foi de nove anos e quatro meses de reclusão, em regime inicial fechado. A decisão tramita em segredo de Justiça.

A vítima tinha 12 anos de idade na época dos fatos. O réu disse que era casado e que o relacionamento acabou justamente por causa do envolvimento com a vítima. Ele afirmou que não perguntou a idade da menina, então justificou que sua atitude foi de chamá-la para sua casa e ela foi, portanto se trataria de relação consensual, deste modo tentando normalizar o contato ilícito.

O contexto dos fatos apresentado nos depoimentos tem-se que se tratava de duas meninas que viviam com o pai, porque a mãe as teria abandonado. É frequente que os crimes sejam cometidos por pessoas próximas, neste caso, o réu era vizinho e os contatos ocorreram enquanto o genitor trabalhava.

Ao analisar o mérito, a juíza Bruna Barreto enfatizou que se trata de uma vítima vulnerável, já que possuía menos de 14 anos de idade, logo punição é própria do tipo penal. Na dosimetria, foi considerada como causa de aumento da pena o fato de se tratar de um crime continuado.

Comentários

Continue lendo

Extra

Em Epitaciolândia: Jogo universitário termina em pancadaria

Publicado

em

Uma final de um campeonato de futebol organizado por acadêmicos de medicina que estudam em uma faculdade boliviana localizada em Cobija, capital de Pando, deveria terminar na noite deste domingo, dia 21, no ginásio de Esportes Wilson Pinheiro, na cidade vizinha de Epitaciolândia.

Segundo foi informado, cerca de 11 times participaram desse campeonato organizados pelos próprios estudantes, como forma de que todos participassem como forma de confraternização, mesmo que não houvesse patrocínio da instituição.

Tudo ia bem até a final entre dois times neste domingo até a vitória de um plantel. Não satisfeito, ao que parece em um dos vídeos, um dos torcedores do time que perdeu, não aceitou a derrota e iniciou uma confusão que foi tomando proporções maiores.

Foi quando iniciou uma briga generalizada, envolvendo jogadores e torcedores de ambos os lados. Imagens feitas por populares publicadas em grupos de redes sociais, mostra a confusão até que os ânimos se acalmassem

Não foi informado se houve registro na delegacia do Município, ou feridos que necessitassem entrada no hospital. Também não se tem registro se a final houve campeão.

Veja as imagens.

Comentários

Continue lendo