O assunto é polêmico e divide a opinião pais, estudantes, professores, diretores de escola e até mesmo da cúpula da SEE.

Com assessoria

Os membros do Fórum Estadual de Educação decidem nesta segunda-feira (03), em reunião, às 14 horas, no auditório da Secretaria de Estado de Educação o retorno das aulas presenciais ou não, suspensas desde março por conta da pandemia de covid-19.

Há um indicativo para o retorno em setembro, mas o assunto é polêmico e divide a opinião pais, estudantes, professores, diretores de escola e até mesmo da cúpula da SEE.

O que se observa nos boletins epidemiológicos divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) é um baixo número de contaminados na faixa etária estudantil, que vai de 3 anos a 19 anos. Isso pode ser o efeito de não se ter as aulas presenciais. A aglomeração dos estudantes poderia ser catastrófica, caso estivesse ocorrendo.

Amanhã, os diretores de escola poderão participar de forma virtual do debate. A SEE encaminhou um link aos gestores para que este participem.

De acordo com o boletim parcial deste domingo (2), o número de mortos chegou a 537. Os casos confirmados somam 19.966.

Comentários