fbpx
Conecte-se conosco

Brasil

Festival da Matemática atrai mais de 5 mil estudantes no primeiro dia

Publicado

em

2º Festival Nacional da Matemática, na Marina da Glória, no Rio de Janeiro. Evento conta com programação de palestras, oficinas, jogos, exposições, cinema e teatro

A segunda edição do Festival Nacional da Matemática foi aberta nessa quinta-feira (29) na Marina da Glória, no Rio de Janeiro. O objetivo do evento é comprovar que a matemática pode ser divertida e lúdica e encantar crianças e adultos. O festival é promovido pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), em parceria com a Sociedade Brasileira de Matemática (SBM) e a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan).

Nos dois primeiros dias do evento, participam 8.251 estudantes do ensino fundamental e do ensino médio de 179 escolas públicas e privadas do Rio de Janeiro. Hoje (30), eles dividem o espaço com o público em geral, mas, amanhã (1º), dia do encerramento, o festival será exclusivo para as experiências do público geral nos vários estandes disponíveis.

Um dos destaques é o projeto Meninas Olímpicas, do Impa, coordenado pela professora Letícia Rangel. Ela disse à Agência Brasil que o Meninas Olímpicas é um projeto de educação que visa investigar e promover o incentivo de meninas para área de STEM (do inglês ciência, tecnologia, engenharia e matemática) nas escolas. “É muito barulho! Barulho bom de criança se divertindo, de contato prazeroso com a matemática”, comemorou Letícia, ao falar sobre a abertura do festival.

A primeira versão foi realizada em 2019, com cinco escolas públicas. Durante a pandemia, o projeto não ocorreu, mas o sucesso alcançado há três anos foi tão grande que o Impa dobrou agora para dez escolas, contando com financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado do Rio de Janeiro (Faperj). Participam alunos de todas as universidades públicas do estado.

Segundo Letícia, o que mostra que é possível fazer é o fato de quatro das cinco primeiras escolas que participaram do projeto em 2019 terem permanecido este ano. “Isso já é um sinal. A equipe é a mesma. Não perdi nenhum professor, nenhuma graduanda. E mais do que isso: meninas que eram alunas da educação básica em 2019 hoje são graduandas e estão atuando no projeto como graduandas. Elas foram motivadas, decidiram pela carreira na área de exatas e hoje estão sendo modelo para outras meninas.”

Nas escolas, o projeto funciona com atividades rotineiras semanais. “Em cada escola tem um professor que coordena o projeto. Ele recebe uma graduanda de licenciatura em matemática e atende a comunidade escolar. E alunas da educação básica desenvolvem atividades de matemática e de robótica e Arduíno (placa eletrônica de código aberto baseada em hardware e software descomplicados). A intenção é, primeiro, motivar as meninas, encorajá-las para as áreas de STEM”.

De acordo com Letícia, diferentemente do que ocorre com os meninos, de forma geral, as meninas, para seguir nas áreas das ciências exatas, precisam ser incentivadas para vencer os estereótipos. “A literatura mostra que as meninas precisam vencer os estereótipos para que possam fazer suas escolhas.”

Atualmente, o Meninas Olímpicas tem envolvimento direto de 90 integrantes – dez professores, 13 graduandas e alunas da educação básica, a partir da 8ª série do ensino fundamental e do ensino médio. Letícia enfatizou a importância de projetos que incentivem meninas para as áreas de STEM nas escolas porque é nessa etapa da escolaridade que o estudante escolhe as áreas para a universidade e que profissão querem seguir. O projeto visa também formar o professor e as graduandas para enfrentar a questão da falta de representatividade feminina na área de exatas.

Desenvolvimento

Para o diretor executivo da Firjan Senai Sesi, Alexandre dos Reis, a matemática é peça fundamental para o futuro da indústria e do país. “Estimular crianças e jovens a se desenvolver em matemática é também cuidar do desenvolvimento industrial e tecnológico e faz parte do que acreditamos como instituição”, afirmou.

O coordenador de Educação Básica da Firjan Sesi, Vinicius Mano, disse à Agência Brasil que o festival é uma iniciativa importante para estimular o ensino da matemática. “Infelizmente, a matemática é vista como uma ciência fora do alcance, longe das pessoas, do dia a dia, da brincadeira, do que as crianças gostam. E o festival tem muito dessa ideia: mostrar que a matemática não é uma ciência feita para nerds, e sim uma ciência para investigar padrões, descobrir formas. É uma ciência interativa, em que se pode botar a mão, ver as coisas acontecerem”. Nesse sentido, o festival tem um peso importante de “desmistificar um pouco dessa cara de malvada que a matemática tem.”

O estande da Firjan apresenta o projeto Arena, uma exposição itinerante com peças do Museu de Matemática de Nova Iorque. São experiências e atividades em que a criança pode “botar a mão na matemática”, ressaltou Mano. A roda quadrada em um triciclo, o cubo cabeça, formado por sete peças tridimensionais, o desafio do labirinto, a Legolândia e o xadrez gigante são algumas das atividades propostas.

Além disso, equipes de robótica das Escolas Firjan Sesi Resende, Barra do Piraí, São Gonçalo e Tijuca também estão presentes no estande. “São várias atividades que mostram o lado lúdico da matemática e a maneira de enxergar a matemática a partir da experiência.”

Olimpíada

Outro estande de grande afluência é o da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). A coordenadora de Logística da Olimpíada, Erika Sholl, disse que tem sido grande a procura pelas provas já efetuadas. “Temos os momentos Obmep, que são pequenos desafios de 5 minutos, com a colaboração de alunos da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio). “Eles colocam em uma tela desafios rápidos, de raciocínio lógico. Estamos tendo uma grande resposta, porque as crianças procuram as provas e livros com as questões. Já é a terceira vez que o motorista vai ao Impa para trazer material. A gente não esperava isso.”

Segundo Erika, o festival tem se mostrado um incentivo fantástico para a Olimpíada de Matemática. Com a realização este ano da primeira Obmep Mirim, para alunos da segunda à quinta série do ensino fundamental, o incentivo tem sido grande. “As oficinas contribuem para isso”. No turno da manhã, 2,4 mil estudantes das escolas públicas e privadas fluminenses participaram do evento. À tarde, mais 2,6 mil. Nas telas disponibilizadas no festival, são veiculados lembretes das provas da segunda fase da Obmep, no dia 8 de outubro, e da Obmep Mirim, no dia 11 do próximo mês.

Fiocruz

Está presente ainda no Festival Nacional da Matemática o programa Ciência Móvel, do Museu da Vida, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). De acordo com o coordenador do programa, Paulo Henrique Colonese, o Ciência Móvel leva exposições para municípios do interior e que, desde sua primeira edição, em 2017, traz atividades que envolvem experimentos sobre ações de física, biologia, química e matemática. “As crianças estão participando bastante das ações. Pensamos que a chuva fosse atrapalhar um pouco, mas as escolas estão vindo. Está muito cheio aqui”, comemorou Colonese.

Dois conjuntos de atividades do programa atraem o interesse dos estudantes, reunindo jogos e quebra-cabeças geométricos, que provocam desafio visual. Colonese destaca ainda as oficinas de aviões de papel. “Trouxemos dez modelos de aviões com tamanho e formas diferentes, e isso afeta o voo das gaivotas”. Foi disponibilizada uma faixa de 10 metros para ver quais aviões vão mais longe. “As crianças estão interessadas e participando”. O projeto, que tinha sido criado antes da pandemia da covid-19, passa agora pelo primeiro teste. “Está dando muito certo.”

O Ciência Móvel conta com duas equipes de 25 pessoas que se revezam de manhã e à tarde durante o festival.

Comentários

Continue lendo

Brasil

Detran interdita a marginal da Via JK para corrida neste domingo (26)

Publicado

em

Por

Detran interdita a marginal da Via JK para corrida neste domingo (26)
Agência Brasília

Detran interdita a marginal da Via JK para corrida neste domingo (26)

Na manhã deste domingo (26), o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) vai interditar a marginal da Via JK, das 6h30 às 9h, em razão da corrida Flower Run , que será realizada na Orla da Ponte JK, com largada prevista para as 7h, em frente ao Bar Mormaii.

Os atletas percorrerão 5 km, seguindo pela Orla da Ponte JK, na contramão da marginal da via JK, via do SCES trecho 2 e Ciclovia do SCES trecho 2. As vias de acesso à corrida serão totalmente fechadas a partir das 6h30, permitindo o acesso somente aos atletas e organizadores do evento.

O Detran-DF implantará dois pontos de controle de trânsito (PCTran) no SCES Trecho 2: um na altura da alça de acesso à via JK e outro na altura do Clube de Golf. Além da sinalização dos trechos interditados, os agentes farão o controle do tráfego e orientarão os condutores a fim de dar fluidez ao trânsito sem comprometer a segurança viária.

The post Detran interdita a marginal da Via JK para corrida neste domingo (26) first appeared on GPS Brasília – Portal de Notícias do DF .

Fonte: Nacional

Comentários

Continue lendo

Brasil

Avião histórico da Segunda Guerra cai na Inglaterra e mata piloto

Publicado

em

Por

Avião histórico da Segunda Guerra cai na Inglaterra e mata piloto
ESTADÃO CONTEÚDO

Avião histórico da Segunda Guerra cai na Inglaterra e mata piloto

Um avião de caça Spitfire do período da Segunda Guerra Mundial caiu perto de uma base da Força Aérea Britânica, no leste da Inglaterra, neste sábado (25), matando o piloto, informou o Ministério da Defesa do Reino Unido. A pasta confirmou a morte de um piloto da Royal Air Force (RAF) “em um trágico acidente” que ocorreu próximo da base aérea de Coningsby.

Não houve informações imediatas sobre a causa do acidente. A base, a cerca de 230 km ao norte de Londres, abriga tanto jatos de combate modernos quanto o Battle of Britain Memorial Flight, uma coleção de aviões de caça e bombardeiros da época da Segunda Guerra que participam de shows aéreos e exibições comemorativas. Vários dos aviões deveriam realizar um espetáculo aéreo neste sábado no Lincolnshire Aviation Heritage Center, nas proximidades.

A Polícia de Lincolnshire disse que os serviços de emergência foram chamados à tarde após os relatos de que um avião havia caído em um campo em Coningsby. A força policial disse acreditar que havia apenas um ocupante e ninguém mais teria se envolvido no incidente.

O acidente ocorreu dias antes de aeronaves clássicas tomarem os céus para celebrar o 80º aniversário do Dia-D, a invasão aliada da Normandia em 6 de junho de 1944. Mais de 20 mil Spitfires foram construídos nos anos 1930 e 1940. O ágil e manobrável avião desempenhou um papel-chave na defesa do Reino Unido contra ataques da Luftwaffe alemã durante a Batalha da Grã-Bretanha em 1940.

Na época, o então primeiro-ministro britânico, Winston Churchill, prestou uma homenagem aos aviadores da batalha que se tornou famosa: “Nunca, no campo do conflito humano, tanto foi devido por tantos a tão poucos” . Atualmente, há apenas algumas dezenas de Spitfires em condições de voo, incluindo seis que pertencem ao Battle of Britain Memorial Flight. (Fonte: Associated Press)

The post Avião histórico da Segunda Guerra cai na Inglaterra e mata piloto first appeared on GPS Brasília – Portal de Notícias do DF .

Fonte: Nacional

Comentários

Continue lendo

Brasil

Pilotos da Haas vão largar dos boxes no GP de Mônaco da Fórmula 1

Publicado

em

Por

Pilotos da Haas vão largar dos boxes no GP de Mônaco da Fórmula 1
ESTADÃO CONTEÚDO

Pilotos da Haas vão largar dos boxes no GP de Mônaco da Fórmula 1

A equipe Haas foi reprovada na inspeção técnica da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), ao fim do treino classificatório do GP de Mônaco de Fórmula 1, neste sábado (25). A decisão fará os pilotos da equipe, o alemão Nico Hülkenberg e o dinamarquês Kevin Magnussen, largarem dos boxes no domingo (26).

De acordo com a FIA, havia irregularidades nas asas traseiras de ambos os carros do time americano. A Haas confirmou a constatação de uma “falha técnica” nos monopostos. Como consequência, a FIA desclassificou os dois pilotos no treino classificatório. Daí a necessidade de partirem dos boxes no GP disputado nas ruas de Montecarlo. Assim, Hülkenberg e Magnussen perderam o 12º e o 15º lugares obtidos no treino classificatório.

A punição favoreceu diretamente os rivais, que conquistaram até duas posições no grid deste domingo. O australiano Daniel Ricciardo, o canadense Lance Stroll e o espanhol Fernando Alonso galgaram uma colocação cada no grid , enquanto o americano Logan Sargeant, o mexicano Sergio Pérez, o finlandês Valtteri Bottas e o chinês Guanyu Zhou subiram dois postos.

O tradicional GP de Mônaco tem largada marcada para as 10h deste domingo. No “quintal de casa”, o monegasco Charles Leclerc quebrou a sequência de poles consecutivas de Max Verstappen e cravou a volta mais rápida do treino classificatório. O piloto da Ferrari revelou estar sentindo uma “sensação especial” e garantiu grandes coisas na corrida.

“Estou muito feliz com a volta, com a emoção lá no alto. A sensação é excelente, tudo muito especial. Posso conseguir grandes coisas e a vitória é o objetivo. Preciso de uma boa largada e quando fizermos isso, espero que Carlos Sainz possa me seguir. No passado não conseguimos isso, mas temos a certeza que somos um time mais forte” , afirmou.

Mencionado por Leclerc, Sainz largará na terceira posição, atrás também de Oscar Piastri, da McLaren. Max Verstappen sairá do sexto lugar, tendo os pilotos da Mercedes – George Russell e Lewis Hamilton , à sua frente.

“Agora eu sei, com mais experiência do que nunca, que a classificação por mais que ajude, não garante um triunfo. O cenário está perfeito, mas aconteça o que acontecer, precisamos trazer essa vitória para casa” , completou Leclerc, que teve o discurso otimista acompanhado por seu companheiro de equipe.

O espanhol revelou que a Ferrari jogará em equipe em Mônaco. “É Mônaco. Tudo pode acontecer e vamos dar o nosso melhor. A prioridade será vencer com Charles amanhã (domingo)” , disse.

“Acho que, no geral, foi uma melhoria para mim, já que estive sofrendo durante todo o fim de semana com a confiança para me sentir melhor dentro do carro. Então, no geral, dar o máximo e largar em terceiro é um passo na direção certa. Não estou totalmente feliz porque gostaria de estar brigando pela pole, mas Charles tem feito um trabalho incrível. O carro também esteve muito bom durante todo o fim de semana e ele conseguiu extrair o máximo, então estou feliz por ele” , disse.

The post Pilotos da Haas vão largar dos boxes no GP de Mônaco da Fórmula 1 first appeared on GPS Brasília – Portal de Notícias do DF .

Fonte: Nacional

Comentários

Continue lendo