A Unidade de Situação Hidrometeorológica instalada pelo Governo do Acre para enfrentar a estiagem divulgou nesta segunda-feira (19) o boletim da situação no Acre. Entre o início do ano e o dia 18 de agosto foram registrados 2.311 focos de incêndio em todo o Estado, segundo dados do satélite de referência (AQUA-Tarde, do Inpe). Feijó, Tarauacá e Sena Madureira foram os que apresentaram o maior número de focos acumulados no período.

“O município de Feijó apresentou maior acumulado de focos de queimadas, entretanto os municípios de Acrelândia e Brasileia registraram o maior número de focos por Km² em seu território, ou seja, maior densidade de ocorrência em relação aos demais municípios. Neste sentido, o município de Acrelândia e Brasileia tornam-se prioritários para ações de combate e controle de queimadas e incêndios florestais”, recomenda a USH.

Comentários