Conecte-se conosco

Acre

Falha no atendimento a presos monitorados vira alvo de inquérito

Publicado

em

Por Saimo Martins

O Ministério Público do Estado do Acre (MP-AC) resolveu abrir um inquérito civil para apurar inúmeras reclamações relacionadas a falhas no atendimento aos presos monitorados por tornozeleira eletrônica na capital. O despacho foi publicado na edição do Diário Eletrônico de quarta-feira, 30.

Tales Fonseca Tranin, da 14ª Promotoria de Justiça Criminal, destacou que vem recebendo constantes reclamações por parte de reeducandos monitorados, quanto à indisponibilidade dos telefones da Unidade de Monitoramento Eletrônico da capital. Segundo ele, há aproximadamente 1.500 indivíduos incluídos no sistema de monitoração eletrônica, apenas na cidade de Rio Branco, e que em razão da falta de efetivo, apenas dois policiais ficam encarregados pelo atendimento das solicitações.

Talles ressaltou que considerando o elevado número de situações que demandam a atuação das equipes de fiscalização da UMEP diariamente e que a dificuldade de comunicação com a unidade vem ocasionando diversos prejuízos aos monitorados, que por muitas vezes acabam sendo presos em razão das violações, mesmo estando em comprovado estado de necessidade, como por exemplo, nas ocasiões em que são vítimas de tentativa de homicídio.

Visando a necessidade de regularização da problemática, sobretudo evitar prejuízos aos monitorados que demonstram interesse em cumprir a pena nos moldes estabelecidos, a promotoria do órgão controlador decidiu uma investigação. “Resolve instaurar inquérito civil com fundamento no art. 4º, caput, da Resolução n.º 23/2007/CNMP, e no art. 23, caput, da Resolução n.º 28/2012, do Colégio de Procuradores de Justiça do MPAC, a fim de verificar a procedência das alegações de possível deficiência no serviço de fiscalização e assistência aos presos sob monitoração eletrônica pela Unidade de Monitoramento Eletrônico de Presos em Rio Branco”, diz trecho do documento.

Ao fim do despacho, o promotor determinou a expedição de ofício ao Diretor Presidente do IAPEN e ao Diretor da UMEP, para que informem, no prazo de 10 (dez) dias, o modo de funcionamento das linhas telefônicas destinadas ao atendimento dos reeducandos monitorados e, se estão disponíveis 24 horas por dia e quantos servidores são lotados no setor.

Comentários

Acre

Prefeito de Rio Branco recebe prefeito de Cruzeiro do Sul que busca implementar empresa pública na capital do Juruá

Publicado

em

Objetivo da visita foi a troca de experiências no que tange a gestão municipal (Foto: Val Fernandes/Assecom)

O Prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom recebeu, na tarde dessa sexta-feira (27), o prefeito de Cruzeiro do Sul, Zequinha Lima.

O objetivo da visita foi a troca de experiências no que tange a gestão municipal, assim como ver na prática como funciona uma empresa pública.

Zequinha Lima visitou a Empresa Municipal de Urbanização (Emurb), pois está criando uma semelhante no município de Cruzeiro do Sul.

“Sempre que venho a capital procuro conversar com o prefeito, que é uma referência na área administrativa.”

De acordo com o prefeito Tião Bocalom, que também é presidente da Associação dos Municípios do Acre (Amac), é sempre um prazer receber cada um dos prefeitos acreanos para a troca de experiências.

“Como presidente da Amac, evidentemente que, para nós, é sempre um prazer e o Zequinha está sendo um grande prefeito em Cruzeiro do Sul. Está modernizando aquela prefeitura, criando condições para que a prefeitura possa andar. Tem dado um show na gestão dele, mesmo com todos os problemas que a gente sabe que tem. Essa troca de experiências é fundamental.”

Comentários

Continue lendo

Acre

Criminoso chega em motocicleta em bar e abre fogo contra clientes que assistiam jogo em Rio Branco

Publicado

em

Os adolescentes C. D. S. S. de 17 anos, E. A. A. A. de 17 anos e a criança T. G. L. C de 12 anos foram feridos a tiros na tarde deste sábado (28), enquanto assistiam final de uma partida de futebol em um bar localizado na Travessa Coelho, no bairro Recanto dos Buritis, na região do Segundo Distrito de Rio Branco.

Segundo informações da polícia, o trio estava na companhia de outras pessoas assistindo a final da Supercopa Brasil, entre Flamengo e Palmeiras, quando foram surpreendidos por um homem que estava armado e que chegou em uma motocicleta no local. O criminoso disparou várias vezes contra as vítimas, que foram atingidas nós braços e nas pernas.

Os outros frequentadores não ficaram feridos nesse ataque criminoso. Após a ação, o bandido voltou para a moto e fugiu do local.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e enviou uma ambulância de suporte avançado e duas ambulâncias básicas para prestarem os primeiros atendimentos às vítimas, que tiveram os quadros clínicos estabilizados e foram encaminhados ao pronto-socorro de Rio Branco, em estado de saúde estável.

A Polícia Militar esteve no local do ocorrido e colheu informações para tentar procurar pelo autor do crime na região, mas ninguém foi encontrado até o momento.

Uma equipe de agentes de Polícia Civil da Equipe de Pronto Emprego (EPE) colheu as primeiras informações e o caso será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

 

Comentários

Continue lendo

Acre

Ninguém acerta as seis dezenas da Mega-Sena e prêmio vai a R$ 115 milhões

Publicado

em

Bilhetes de aposta da mega-sena

A quina teve 163 apostas ganhadoras e cada uma vai levar R$ 40.505,04

Ninguém acertou as seis dezenas da Mega-Sena concurso 2.559 realizado na noite deste sábado (28), em São Paulo. Novamente o prêmio acumulou e está estimado em R$ 115 milhões para o próximo sorteio que vai ser realizado na próxima quarta-feira (1º).

Confira as dezenas sorteadas: 09 – 12 – 20 – 30 – 32 – 35.

A estimativa do prêmio para o sorteio deste sábado era de R$ 73.181.529,52 milhões para a aposta que acertasse as seis dezenas.

Quina

A quina teve 163 apostas ganhadoras e cada uma vai levar R$ 40.505,04.

Quadra

A quadra teve 10.641 apostas ganhadoras e cada uma vai levar R$ 886,37.

Comentários

Continue lendo

Em alta