fbpx
Conecte-se conosco

Cotidiano

Fachadas das escolas rurais: emprego, segurança e cidadania para alunos e fortalecimento da Educação

Publicado

em

Assessoria

A engenheira da Secretaria Estadual da Infraestrutura e Desenvolvimento (SEINFRA), Carla Carriço esclareceu que o projeto de construção das fachadas das escolas rurais foi executado, em alguns municípios acreanos e reflete o esforço do governo de bar melhores condições de acesso e valorizar os estudantes. A primeira preocupação da equipe técnica foi de pavimentar com tijolos o entorno de acesso ao portão central da escola, valorizando e destacando a escola, com sinalização para cuidados dos motoristas e para evitar poeira ou lama no ambiente escolar. Para essa pavimentação, as empresas vencedoras das licitações usaram a própria mão-de-obra local.

Outro ponto que mereceu interesse especial foi a construção do pórtico para o espaço coberto, com serviço de acolhimento dos alunos para se protegerem da chuva e do sol, enquanto aguardavam a chegada do ônibus escolar ou do carro usado no transporte escolar para retornar para casa.

“A reclamação da comunidade escolar era que, no período de verão as crianças enfrentavam a poeira que entrava pela janela das salas que não tinham sistema de climatização e, na época do inverno, enfrentavam as chuvas torrenciais enquanto aguardavam a chegada do transporte escolar”, observou a engenheira que acompanhou a execução dos projetos sugeridos pela Secretaria Estadual de Educação (SEE).

A ideia inicial era a construção das fachadas nas escolas rurais em 10 municípios selecionados pelo Departamento de Ensino no Campo da SEE. As pequenas empresas da área da construção civil foram contempladas com a recuperação das fachadas, pois cada obra licitada estava orçada em torno dos R$ 350 mil, de recursos próprios do governo do Estado para a geração de emprego e renda no interior. Nesse montante está incluída a pavimentação de 300 a 500 metros com tijolos, com elaboração de base e sub-base. A equipe de planejamento da SEE selecionou na ocasião, cerca de 60 escolas, das quais 50 seriam selecionadas para execução do projeto-piloto.

Os serviços estavam previstos pare serem executados nos seguintes municípios: Rio Branco, Senador Guiomard, Sena Madureira, Acrelândia, Bujari, Capixaba, Epitaciolândia, Plácido de Castro, Porto Acre e Xapuri. Com aval do setor da construção civil, a iniciativa da SEINFRA busca contribuir com a geração de emprego e renda mais rápidos. Como contrapartida, as empresas contratadas dariam a sua parcela de contribuição contratando a mão de obra local para ajudar alavancar os indicadores econômicos do estado.

Todo o memorial descritivo dos portais estava disponível no edital da obra, que vem tendo sua real dimensão e capacidade questionada, sem razão.

Os deputados da oposição criticaram os pórticos instalados em 18 escolas rurais nos municípios de Rio Branco, Bujari, Acrelândia e Senador Guiomard. Alegaram que uma parada de ônibus na capital acreana não custa mais de R$ 15 mil, mas esquecem de calcular o trecho pavimentado de tijolo e a fachada do portão central da escola. Citaram o exemplo o caso da escola 25 de Julho no ramal Barro Alto, localizado ao longo da rodovia Transacreana. O problema é que as fotos divulgadas na denúncia não mostram a pavimentação em frente à escola. O preço da obra é plenamente compatível com o que foi planejado e realizado

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

MP deflagra operação por desvio de R$ 6 milhões e prende presidente de federação do MS

Publicado

em

14 mandados de busca e apreensão, nos municípios de Campo Grande, Dourados e Três Lagoas. Na operação, R$ 800 mil foram apreendidos na casa do presidente Cezário.

Operação apreendeu R$ 800 mil. Foto: Divulgação / MP-MS

Campo Grande, MS, 21 (AFI) – O Ministério Público do Mato Grosso do Sul (MP-MS) deflagrou nesta terça-feira a ‘Operação Cartão Vermelho’, resultando inclusive na prisão do presidente da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS), Francisco Cezário de Oliveira, de 77 anos. Ao todo, foram desviados mais de R$ 6 milhões entre setembro de 2018 e fevereiro de 2023.

Foram cumpridos sete mandados de prisão preventiva, além de 14 mandados de busca e apreensão, nos municípios de Campo Grande, Dourados e Três Lagoas. Na operação, R$ 800 mil foram apreendidos na casa do presidente Cezário.

A operação foi realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (GAECO), com apoio da Polícia Militar, “com objetivo de desbaratar organização criminosa voltada à prática de peculato e demais delitos no âmbito da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul”.

O termo peculato é quando alguém usa dinheiro ou bens públicos de forma ilegal para benefício próprio.

INVESTIGAÇÃO DE QUASE 2 ANOS

Durante 20 meses de investigação, foi constatado que se instalou na FFMS uma organização criminosa, cujo principal objetivo era desviar valores, sejam provenientes do Estado de Mato Grosso do Sul (via convênio, subvenção ou termo de fomento) ou mesmo da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), em benefício próprio e de terceiros.

SAQUES EM ESPÉCIE

Uma das formas de desvio era a realização de frequentes saques em espécie de contas bancárias da federação em valores não superiores a R$ 5 mil, para não alertarem os órgãos de controle, que depois eram divididos entre os integrantes do esquema.

Nessa modalidade, verificou-se que os integrantes da organização criminosa realizaram mais de 1.200 saques, que ultrapassaram o montante de R$ 3 milhões.

DESVIO DE DIÁRIAS DE HOTEL

A organização criminosa também possuía um esquema de desvio de diárias dos hotéis pagos pelo Estado do MS em jogos do Campeonato Estadual.

Esse esquema de peculato estendia-se a outros estabelecimentos, todos recebedores de altas quantias da FFMS. A prática consistia em devolver para os integrantes do esquema parte dos valores cobrados naquelas contratações.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Acreana Jerusa Geber conquista o ouro em Kobe e agora mira Pari

Publicado

em

Foto arquivo pessoa: Jerusa conquistou a sua 10ª medalha em Mundiais

Jerusa Geber conquistou na manhã desta terça, 21, a medalha de ouro nos 100 metros rasos T11 com o tempo de 11.93s no Campeonato Mundial de Atletismo Paralímpico em Kobe, no Japão. A marca da acreana é o novo recorde continental e o pódio da prova foi completado pela chinesa Liu Cuiqing e pela brasileira Lorena Silva.

Meta é Paris

Depois da conquista do ouro, Jerusa Geber vai intensificar os treinamentos para a disputa de Paris 2024. A acreana vai chegar nas Paralimpíadas.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Neymar ainda está lesionado e não iniciará temporada no Al-Hilal

Publicado

em

Neymar passou por uma cirurgia em novembro devido a uma ruptura no ligamento cruzado e no menisco do joelho esquerdo. A lesão do ’10’ brasileiro ocorreu em partida das Eliminatórias contra o Uruguai, e desde então ele não teve nenhuma atuação oficial.

Após ter sido operado ao joelho em novembro de 2023, Neymar não chegará a tempo de iniciar a temporada na sua equipa, o Al-Hilal, anunciou esta terça-feira o treinador português do clube saudita, Jorge Jesus.

“Tudo que sei no momento é que o tempo necessário para a recuperação de Neymar, e em geral para esse tipo de lesão, é de 10 a 11 meses”, declarou o treinador.

“Se fizermos as contas , ele não estará pronto para a preparação da pré-temporada”, que começa no verão, acrescentou Jesus.

Neymar foi operado em novembro no Brasil devido a uma ruptura no ligamento cruzado e no menisco do joelho esquerdo, depois de se lesionar com o Brasil em 17 de outubro, contra o Uruguai, nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2026.

O jogador de 32 anos deixou o Paris SG em 2023 para ingressar no Al-Hilal, onde, segundo a mídia, ganharia mais de US$ 100 milhões por temporada, mas onde jogou apenas algumas semanas antes da lesão.

Comentários

Continue lendo