Corpo de Álvaro pode estar em cova rasa no município de Senador Guiomard.

Uma equipe de agentes de Polícia Civil de Epitaciolândia, se encontram no município de Senador Guiomard, para localizar uma cova rasa, onde pode estar um corpo de um jovem de 18 anos, assassinado no mês de janeiro passado.

O crime foi descoberto após a prisão de vários acusados nos últimos dias na fronteira. Álvaro Mendes da Silva, pode ter sido mais uma vítima do tribunal do crime. A sua condenação pode ter sido motivada pelo fato de ter rasgado a camisa de um grupo criminoso, mudando para outro.

A vítima teria participado de assaltos na fronteira nos últimos meses, como na farmácia em Brasiléia e em uma joalheria na cidade de Cobija, lado boliviano. Foi levantado que o jovem também teve várias passagens pelo Instituto Sócio Educativo (ISE), quando era menor de idade, por envolvimento em vários delitos.

Local onde o corpo foi enterrado foi encontrado.

Álvaro estaria se deslocando da fronteira para a Capital, onde praticaria outros crimes com os colegas, quando um dos integrantes recebeu um vídeo mostrando-o rasgando a camisa, indo para o grupo atual.

O vídeo então teria sido enviado para o ‘conselho’, que entendeu que ele seria um espião e decidiu que deveria ser executado em uma propriedade rural de Senador Guiomard (Quinari), tendo seu corpo enterrado em uma cova rasa.

O crime só foi descoberto após o trabalho da Polícia Civil de Epitaciolândia ter efetuado várias prisões na fronteira. Ao ser perguntado para um dos detidos sobre o seu paradeiro, foram informados do que havia acontecido.

Uma equipe se encontra no local a espera da equipe de legistas para efetuar o resgate dos retos mortais e tentar identificar se realmente é de Álvaro.

Mais informações a qualquer momento.

Comentários