Homem ficou na cadeira de rodas após ser agredido dentro de presídio de Cruzeiro do Sul. Iapen alega que vai recorrer da decisão.

Agressores ocorrem dentro do Presídio Manoel Neri, em 2012, durante o banho de sol — Foto: Adelcimar Carvalho/G1
Por Aline Nascimento, G1 AC

A Justiça do Acre condenou o Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC) a pagar R$ 100 mil de danos morais para um ex-detento do Presídio Manoel Neri, de Cruzeiro do Sul, no interior do Acre.

É que o homem ficou tetraplégico devido às agressões sofridas dentro da unidade, em 2012, durante o banho de sol. A decisão é do Juízo da 2ª Vara Cível da Comarca de Cruzeiro do Sul e cabe recurso.

O Iapen-AC confirmou que vai recorrer da sentença. a reportagem não conseguiu contato com os advogados do ex-detento citado no processo até a última atualização desta reportagem.

Agressões

A Justiça destacou que o homem foi espancado por outros 12 detentos e sofreu algumas perfurações no tórax e abdômen. Devido às lesões, a vítima passou a usar uma cadeira de rodas. O crime ocorreu um dia depois dos presos terem dispensado as marmitas recebidas na unidade.

O Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC) também detalhou que havia um alerta de que o preso sofria o risco de ser agredido pelos demais detentos.

Para o juiz de Direito Hugo Torquato, responsável pela sentença, o Iapen-AC deixou de prestar as medidas necessárias par resguardar a vida do detento.

Comentários