Em 2017, ele teria enganado mais de 200 estudantes com um curso de bombeiros sem habilitação

A denúncia partiu de um dos alunos, Sidney Camurça Souza, e foi corroborada pela Associação dos Praças do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Acre, através de seu presidente, o BM Abrahão Pupio.
Rondoniagora.com

Procurado desde 2017 acusado de enganar mais de 200 jovens acreanos com um curso de bombeiros fraudulento e sem respaldo das instituições as quais era atribuída a responsabilidade, Almerito Bandeira de Melo, acusado de estelionato, foi preso na tarde de terça-feira (10), em Cacoal, em Rondônia.

______________

O estelionatário deve ser recambiado para o Acre, onde tem mandato de prisão em aberto.

______________

Jovens de Rio Branco e Cruzeiro do Sul, ao concluírem o curso de formação em bombeiro civil, descobriram que o instrutor não era habilitado e que sua empresa, de nome Life Acre, conseguiu alvará junto ao Corpo de Bombeiros Militar com a apresentação de um diploma falso. A denúncia partiu de um dos alunos,  Sidney Camurça Souza, e foi corroborada pela Associação dos Praças do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Acre, através de seu presidente, o BM Abrahão Pupio.

O falsário chegava a emitir diplomas que posteriormente não eram reconhecidos como autênticos. Ele estaria tentando aplicar o mesmo golpe em municípios de Rondônia. A prisão do estelionatário foi revelada pelo site Rondônia ao Vivo.

Comentários