fbpx
Conecte-se conosco

Acre

Epitaciolândia realiza II Conferencia Municipal de Cultura

Publicado

em

II Conf de cultura dia 21 fotos Ana Freitas (13)

O Município de Epitaciolândia sediou nos dias 20 e 21 de junho a  II Conferência Municipal de Cultura – CMC etapa integrante da III Conferência Estadual de Cultura e da III Conferência Nacional de Cultura – CNC, a abertura aconteceu nesta quinta feira dia 20 no Centro de Cultura e Florestania Raimundo Nonato da Rocha e contou com as presenças do Prefeito André Hassem, a Sra. Francis Meire Alves da Silva Presidente da Fundação Elias Masour, Raimundo Nonato Gondim Vice Prefeito, Rivaldo Rocha Sec. Mun. de Esportes Cultura e Lazer, Eunice Maia Secretária Municipal de Educação, Padre Raimundo representando a Igreja Católica, representado as igrejas evangélicas o Pastor Ari Rufino, coordenadores, diretores, gestores escolares e população representada.

Na abertura Francis Meire falou da importância da realização da conferência para o bom andamento da cultura, segundo ela é através de idéias apresentadas e debatidas que surgirão propostas que se transformarão em projetos que beneficiam a comunidade, para André Hassem prefeito de Epitaciolândia, a realização da Conferencia é um marco para um novo tempo na cultura de nosso município “Estamos elaborando projetos para que possamos investir mais na nossa cultura local e com isso beneficiar nossos fazedores de cultura, estamos felizes com a realização da conferencia e vamos dar total apoio para este setor” finalizou André agradecendo a todos pela presença.

No dia 21 sextas feiras cerca de 200 pessoas participaram do segundo dia de Conferencia debatendo eixos voltados para uma cultura sustentável com o tema: ”Uma Política de Estado para a Cultura: desafios dos sistemas de cultura”,

conforme os eixos e sub-eixos abaixo especificados:

1.  IMPLEMENTAÇÃO DOS SISTEMAS DE CULTURA

Foco: impactos da Emenda Constitucional do Sistema Nacional de Cultura – SNC na organização da gestão cultural e na participação social nos três níveis de governo (união, estado e municípios);

1.1. Marcos legais, participação e controle social e funcionamento dos sistemas de cultura, de acordo com os princípios constitucionais do SNC;

1.2. Qualificação da gestão cultural: desenvolvimento e implementação de planos de cultura e formação de gestores governamentais e não governamentais e conselheiros de cultura;

1.3. Fortalecimento e operacionalização dos sistemas de financiamento público e privado da cultura: orçamentos públicos, fundos de cultura, incentivos fiscais e empréstimos;

1.4. Sistemas de informação cultural e governança colaborativa.

2.  PRODUÇÃO SIMBÓLICA E DIVERSIDADE CULTURAL 

Foco: o fortalecimento da produção artística, de bens simbólicos, da proteção e promoção da diversidade das expressões culturais, garantindo a equidade com atenção para a diversidade étnica e racial.

2.1. Criação, produção, preservação, intercâmbio e circulação de bens artístico-culturais;

2.2.   Educação e formação artístico-cultural;

2.3.   Democratização da comunicação e cultura digital;

2.4.   Valorização do patrimônio cultural e proteção aos conhecimentos dos povos e comunidades tradicionais.

3.  CIDADANIA E DIREITOS CULTURAIS

Foco: garantia do pleno exercício dos direitos culturais e consolidação da cidadania, garantindo a equidade com  atenção  para  a  diversidade étnica e racial.

3.1. Democratização e ampliação do acesso à cultura e descentralização das redes de equipamentos, espaços e serviços culturais, em  conformidade  com  as  convenções  e  acordos internacionais;

3.2. Diversidade cultural, acessibilidade e tecnologias sociais;

3.3. Valorização e fomento das iniciativas culturais locais e articulação em rede;

3.4. Formação para a diversidade, proteção e salvaguarda do direito à memória e identidades;

3.5. As linguagens artísticas como instrumento de educação e promoção da cidadania.

4.  CULTURA E DESENVOLVIMENTO

Foco: economia criativa como estratégia para o desenvolvimento sustentável.

4.1. Institucionalização de territórios criativos e valorização do patrimônio cultural nos destinos turísticos brasileiros para o desenvolvimento local e regional;

4.2. Qualificação em gestão, fomento financeiro e promoção de bens e serviços criativos no Brasil e no exterior;

4.3. Fomento à criação/produção, difusão/distribuição/comercialização e consumo, fruição de bens e serviços criativos, tendo como base as dimensões (econômica, social, ambiental e cultural) da sustentabilidade;

4.4. Aperfeiçoamento dos instrumentos jurídicos existentes sobre direitos autorais e conexos, criação e dinamização da economia criativa brasileira.

No final da manhã foi votado as propostas para a III Conferencia estadual e escolhido os delegados que irão defende-las na III Conferência Estadual de Cultura. Segundo o Coordenador de cultura de Epitaciolândia e organizador da II Conferência Joaquim Borges, a participação da juventude foi de fundamental importância para o sucesso do evento, “só temos que agradecer a todos pela participação até o final, isso mostra que nossa população está compromissada com nossa cultura”.

Comentários

Acre

Prefeitura presta assistência às mães abrigadas no Parque de Exposições

Publicado

em

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), tem sido a responsável por gerenciar o acolhimento das famílias que a todo momento dão entrada no Parque de Exposições. Em decorrência das águas do manancial subirem abruptamente, muitas dessas pessoas não conseguem salvar todos os seus móveis e até mesmo os alimentos acabam ficando para trás.

Por conta disso, a SASDH tem montado itens essenciais para que as famílias possam ser assistidas ainda dentro dos abrigos, como, por exemplo, os kits limpeza, higiene e também um kit exclusivo para mães com filhos de zero a sete anos, contendo um pacote de leite em pó, açúcar, massas para mingau, biscoito e fralda, entregues a cada dois dias.

Segundo o diretor de Assistência Social, Ivan Ferreira, além da entrega desses kits, a municipalidade também instalou um fogão a gás para que as mães pudessem fazer o mingau dos seus filhos.

“Além de todo amparo nos abrigos, estamos aqui, através da nossa equipe da Divisão de Benefícios, concedendo kits de higiene pessoal e de limpeza para as mães. Nós temos uma quantidade gigante de crianças no Parque, beirando a 200 e por algumas pessoas não terem condições e chegarem aqui sem nada, estamos concedendo fraldas, mingau, leite, sabonete, papel higiênico, absorvente, o kit é completo. Então todas as famílias que estão aqui, neste momento estão precisando desse amparo do município. Nós estamos aqui concedendo benefícios”.

O diretor destacou ainda que a gestão está empenhada em minimizar o sofrimento das famílias, principalmente em relação às mães com crianças pequenas, como foi o caso de uma que chegou ao abrigo com apenas 18 dias de vida.

“Algumas crianças são amamentadas, outras não, precisando dos benefícios. Então, estamos concedendo para podermos humanizar e atender às famílias, neste momento tão difícil que Rio Branco passa, seguindo a orientação do nosso comandante maior o prefeito Tião Bocalom, que as famílias tenham dignidade ao chegarem nos abrigos públicos e no Parque de Exposições”.

Comentários

Continue lendo

Acre

Vereador da Capital diz que alguns políticos estão se aproveitando da cheia do Rio Acre: “Ratos de alagação”

Publicado

em

Dell Pinheiro

O clima esquentou na sessão desta quinta-feira, 29, na sessão da Câmara de Rio Branco. Ao subir a tribuna da Casa, o líder do prefeito no Legislativo municipal, João Marcos Luz (PL), falou que oportunistas estão se aproveitando da cheia do Rio Acre e de igarapés. Ele enfatizou que alguns políticos são “ratos de alagação”, que se promovem com situação de dezenas de famílias atingidas pela enchente.

“Quem são os famosos ratos de alagação? Antes eram os que, quando as casas eram alagadas, eles saiam roubando móveis, eletrodomésticos e até telhas. Agora, surgiu uma nova modalidade: são os políticos “ratos de alagação”, que se aproveitam da desgraça das famílias que foram atingidas pela cheia”, frisou Luz.

O parlamentar também salientou que, no lugar de ajudar a população, estão indo gravar vídeo para difamar a gestão municipal.
” Essas pessoas não têm moral para falar do prefeito
Tião Bocalom, que não está medindo esforço para ajudar às famílias prejudicadas pelo alagamento em nossa cidade. Muitos estavam no poder e nada fizeram. Não aceito que difamem quem está trabalhando”, concluiu o vereador.

Comentários

Continue lendo

Acre

Corpo de Bombeiros presta assistência às vítimas da cheia em Brasileia e Epitaciolândia, Rio Acre segue vazando na região

Publicado

em

Mesmo antes de a alagação em Brasileia e Epitaciolândia atingir o ápice , o Corpo de Bombeiros do Acre (CBMAC) se antecipou e atuou, em parceria com a Defesa Civil Estadual e Municipal e a Prefeitura de Brasileia, na coordenação de ações durante a cheia e pós-cheia.

Na medição das 6h da manhã desta quinta-feira, 29, a Defesa Civil Estadual constatou que o Rio Acre apresenta sinais de vazante, registrando a marca de 15,18m, ou seja, baixando 40 cm. O governo já atua na região com um planejamento para atender o retorno das famílias com segurança.

Retirada dos balseiros da ponte que liga Brasileia a Epitaciolândia. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Mais de 14 mil pessoas foram atingidas, 911 desabrigadas e 1.011 desalojadas; 12 bairros foram afetados, 16 abrigos montados, mais de 580 ocorrências atendidas e um efetivo de mais de 500 pessoas, entre civis e militares, têm atuando na região.

Bombeiros, Exército Brasileiro e voluntários realizam a travessia de milhares de pessoas diariamente. Foto: Marcos Vicentti/Secom

O subcomandante do Corpo de Bombeiros, coronel Eden Santos, está em Brasileia há mais de uma semana, acompanhando de perto todos os trabalhos de realocação das famílias e monitoramento dos rios, verificando o comportamento climático, a retirada de balseiros e o socorro aos doentes, entre outros.

“O trabalho antecipado e a união entre Estado, prefeitura, governo federal, empresários e população têm feito a diferença, para que vidas sejam atendidas e preservadas. Estamos aqui, como diz o nosso hino, sem recuar, sem cair e sem temer”, declarou o coronel.

Coronel Eden Santos, sala de situação da Defesa Civil em Brasileia. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Outro trabalho relevante que o Corpo de Bombeiros tem realizado, em Brasileia e Epitaciolândia, é o transporte, por barcos, da população que precisa ir e vir de um município para o outro. O Exército Brasileiro e barqueiros locais também auxiliam na travessia de milhares de pessoas, bens e mercadorias diariamente, tendo em vista que Brasileia encontra-se isolada via terrestre, já que as águas invadiram a ponte da cidade.

A travessia só pode ser realizada até as 18h, para a segurança das pessoas. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Solidariedade

Para prestar ajuda humanitária às famílias atingidas pela cheia do Rio Acre em todos os municípios afetados, o governo do Acre, por meio da Secretaria de Governo, realiza a campanha Juntos Pelo Acre. Os interessados podem fazer suas doações via pix SOS2024 ou nos pontos de arrecadação.

Distribuição ocorre conforme a necessidade de cada localidade. Foto: Divulgação.

Comentários

Continue lendo






Em alta