O governador Gladson Cameli foi as lágrimas durante o discurso que fez na solenidade de inauguração do hospital de campanha do Juruá, na noite desta sexta-feira (10), em Cruzeiro do Sul.

O governador disse que teve medo, angústia passou várias noites em claro pensando na responsabilidade que lhe cairia com a obra. ” Eu tive medo, quem convive comigo sabe. Mas estamos aqui para entregar essa obra”.

O hospital ganhou o nome do médico João Luiz Angelim, que morava na cidade e faleceu vítima da covid. A obra custou R$ 4 milhões e ficou pronta em trinta e seis dias.

O hospital de campanha conta com 10 leitos de UTI; 20 semi-intensivos; 60 leitos de enfermarias; 3 repousos médicos; 1 sala de emergência; 1 sala de triagem; 1 área de plantonista; 2 vestiários; 2 copas; 1 sala de prescrição médica e 3 depósitos de material de limpeza.

Comentários