Jovem disse ao delegado que matou padrasto a facadas ao ver a mãe sendo agredida. Crime ocorreu na noite deste sábado (14) durante um churrasco em família.

Sergio Grossklags, de 49 anos, foi morto a facadas no sábado (15), em Rio Branco — Foto: Arquivo pessoal
Por Iryá Rodrigues, G1 AC — Rio Branco

A enteada de Sergio Grossklags, assassinado a golpes de faca no último sábado (14), se apresentou na Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), em Rio Branco, e confessou o crime.

A informação foi confirmada, nesta quinta-feira (19), pelo delegado responsável pelo caso, Cristiano Bastos.

O crime ocorreu na Rua Vereadora Maria Antônia, no bairro Cidade do Povo, em Rio Branco.

A jovem, de 22 anos, que não teve o nome revelado, foi até a delegacia na segunda (16) com um advogado e confirmou a versão dada pela mãe à polícia, de que agiu em legítima defesa.

Conforme o delegado, a jovem contou que presenciou a mãe sendo agredida pelo padrasto e acabou desferindo os golpes contra ele.

“Ela confessou, disse que a mãe estava sendo agredida e ela não viu outra situação e teve que fazer o que fez. Após ser ouvida, ela foi liberada. Não tinha mandado de prisão, ela apareceu logo após o crime e, então, ela deve ficar em liberdade durante as investigações. Vamos apurar se, de fato, houve a legítima defesa, no caso em terceiro, que era a mãe dela, ou não”, afirmou o delegado.

Agressões durante churrasco

Conforme a Polícia Militar do Acre (PM-AC), a mãe da suspeita relatou que estavam bebendo em família durante um churrasco quando a vítima teria se exaltado e começado a xingá-la. Em seguida, ele jogou um banco de madeira contra ela.

Ao ver as agressões que a mãe estava sofrendo, a jovem teria pegado uma faca de mesa e desferido vários golpes contra o peito do padrasto, que foi a óbito no local.

Comentários