fbpx
Conecte-se conosco

Flash

Energia furtada em 2022 seria capaz de abastecer por três meses o município de Cruzeiro do Sul  

Publicado

em

 

Somente nos primeiros quatro meses de 2023 foram registradas mais de 2,5 mil ocorrências 

Ao longo de 2022, a Energisa realizou ações de combate a furtos de energia. Nesse período, quase 12,5 mil ligações irregulares foram identificadas, entre residências e comércios das cidades da área de concessão da distribuidora no Acre. Com a energia recuperada seria suficiente para abastecer o município de Cruzeiro do Sul por três meses.

Somente nos primeiros quatro meses de 2023 foram registradas mais de 2,5 mil ocorrências nesse sentido. Se comparado ao mesmo período do ano passado, os dados apontam uma redução de 38% nas ocorrências.

“Quando os furtos são combatidos e a energia é recuperada, esses valores poderão ser investidos em obras de manutenção e ampliação da rede elétrica. Por outro lado, a prática prejudica todos, especialmente aqueles que não furtam energia, já que os famosos ‘gatos de energia’ impactam na qualidade e segurança de quem paga corretamente pela energia”, alerta o gerente de medição e combate a perdas, Andre Klein.

A Energisa realizou ao longo de 2022 a inspeção em 61.903 clientes. Além disso, foram realizadas quase 19,5 mil ações de regularização e blindagens.

De maneira regular, as ações de combate ao furto de energia como inspeções em imóveis residenciais e estabelecimentos comerciais, análises de histórico de consumo e denúncias são realizadas.

Nessas ações este ano já foram recolhidos 3.430 kg de sucata de cabos. Ao longo de todo o ano passado foram 6.435 kg de sucata recolhida pelas equipes da Energisa.

“Temos o compromisso de distribuir energia com qualidade e segurança para os nossos clientes e isso também passa pela redução das irregularidades. A população sabe que o combate ao furto de energia é um dever de todos, já que uma parcela desse furto é repassada na tarifa de energia elétrica, por esse motivo denuncie as irregularidades em nossos canais de atendimento da Energisa”, reforça Andre.

Sobre esse trabalho realizado há cinco anos desde que a Energisa chegou ao Acre, Andre avalia que tem percebido que a população tem maior consciência sobre o furto de energia.

“Temos percebido uma maior conscientização e mudança de comportamento da população com relação a fraudes e furtos de energia. Essa percepção vem sendo refletida na redução do indicador de perda não técnica, que já reduziu 3 pontos percentuais desde 2021”, destaca.

Riscos à segurança

Os furtos de energia, o popular “gato” e ligações improvisadas de energia, põem em risco a segurança da população, já que os desvios não atendem aos padrões de fornecimento, podendo ocasionar o rompimento de cabos, curtos-circuitos e até mesmo incêndios.

“Quaisquer intervenções na rede elétrica representam um risco à segurança, pois geralmente são feitas por quem não tem conhecimento técnico, podendo ocasionar um choque elétrico, um incêndio e ou até um acidente fatal. O risco também pode se estender à população circunvizinha, além de onerar os clientes que pagam a conta de energia em dia”, destaca Andre. O Descomplicador também dá algumas dicas: confira aqui.

Denúncias

Caso suspeite desse tipo de prática, o cliente pode denunciar de forma anônima. A denúncia pode ser feita pelo Call Center 0800 647 7196 (ligação gratuita), na Gisa (www.gisa.energisa.com.br), agência virtual (https://www.energisa.com.br) e nas agências de atendimento.

 

Comentários

Continue lendo

Flash

Governador Gladson Cameli entrega plano emergencial a ministros e pede ajuda federal para enfrentar mudanças climáticas no Acre

Publicado

em

O governo do Estado segue empenhado na busca por soluções e no enfrentamento aos eventos climáticos extremos que afetam o Acre com cada vez mais frequência e intensidade. Nesta segunda-feira, 22, em Brasília (DF), o governador Gladson Cameli entregou o Plano Emergencial de Enfrentamento às Enchentes aos ministros do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva, e da Integração e Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, e reforçou o pedido de apoio do governo federal à população acreana.

Governador Gladson Cameli entregou, nesta segunda-feira, 22, o Plano Emergencial de Enfrentamento às Enchentes à ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva. Foto: Pedro Devani/Secom

Elaborado por 11 órgãos do Poder Executivo, o documento de 84 páginas apresenta uma série de propostas e soluções, como a implantação de um sistema de alertas e monitoramento das cheias dos rios e igarapés, retirada de órgãos públicos, prédios comerciais, aldeias indígenas e famílias residentes em áreas de inundações, reflorestamento das matas ciliares e a contratação de estudos e assessorias técnicas para a elaboração dos planos das bacias hidrográficas, entre outras medidas.

“Sabemos do tamanho do desafio que temos pela frente e precisamos agir o quanto antes. As mudanças climáticas são uma realidade, e o Acre tem sofrido muito nos últimos anos. A nossa vinda aqui é para reforçar o nosso pedido de ajuda ao governo federal e, ao mesmo tempo, agradecer o presidente Lula e sua equipe de ministros, que têm sido grandes parceiros do nosso estado neste momento tão difícil”, afirmou Cameli.

Governante ressaltou os desafios enfrentados no estado e agradeceu o apoio dado pelo governo federal à população acreana. Foto: Pedro Devani/Secom

Durante o encontro, a ministra Marina Silva defendeu a destinação de recursos para um programa nacional de emergência climática. “Talvez tenhamos que fazer um regime de exceção fiscal, como foi feito durante a pandemia, para poder ajudar com mais agilidade os municípios que estão em situação mais grave”, declarou.

Na oportunidade, também foi entregue à titular do Meio Ambiente e Mudança do Clima uma carta consulta para a recuperação da bacia do Igarapé São Francisco. “Esta é uma intervenção necessária e muito importante para conter os alagamentos do manancial, que estão cada vez mais recorrentes, e causam transtornos a milhares de famílias da capital”, explicou Renata Souza, secretária adjunta de Meio Ambiente.

Em 2024, mais de 100 mil pessoas de 19 dos 22 municípios acreanos sofreram com as enchentes. Brasileia, na fronteira com a Bolívia, registrou a maior cheia da história. Um levantamento do governo estadual estima que 13 mil residências estão localizadas em áreas alagadiças.

Durante a reunião, também foi apresentada uma carta consulta para a recuperação da bacia do Igarapé São Francisco. Foto: Pedro Devani/Secom

“Queremos formalizar parcerias com as prefeituras para a formulação de planos municipais que estejam de acordo com as realidades locais. A nossa meta é executar a curto, médio e longo prazo as propostas contidas neste documento e superar estes problemas, que tanto têm prejudicado nossa população, de maneira definitiva”, argumentou o secretário de Planejamento, Ricardo Brandão.

Ministro Waldez Góes enaltece iniciativa do governo do Acre

O esforço do governo do Estado em querer superar as consequências dos eventos climáticos extremos foi reconhecido pelo ministro Waldez Góes. O gestor colocou-se à disposição para ajudar o Acre. “É muito louvável a elaboração deste plano. Sabemos que é um tema transversal e estaremos empenhados em dialogar com outros ministérios para poder apoiar o estado. O Brasil tem um futuro muito desafiador em relação aos eventos climáticos extremos”, enfatizou.

Ministro Waldez Góes enalteceu iniciativa do governo do Estado e garantiu apoio ao plano emergencial. Foto: Pedro Devani/Secom

As reuniões foram acompanhadas pelos secretários de Governo, Alysson Bestene; da Fazenda, Amarísio Freitas; de Habitação e Urbanismo, Egleuson Santiago; e de Comunicação, Nayara Lessa; do chefe do Gabinete do Governador, José Messias; e do procurador do Estado, João Paulo Setti.

Comentários

Continue lendo

Flash

Hasteamento das Bandeiras marca oficialmente início das comemorações dos 32 anos de Epitaciolândia

Publicado

em

Autoridades compondo dispositivo de honra – Foto: Wesley Cardoso/Assemcom

Aconteceu na manhã desta segunda-feira, 22 de abril, a tradicional cerimônia de hasteamento das bandeiras em comemoração aos 32 anos de emancipação político-administrativa de Epitaciolândia. A solenidade foi realizada no paço da Prefeitura Municipal e contou com as participações do Prefeito Sérgio Lopes, Comandantes do Corpo de Bombeiros, Policia Militar e Exercito Brasileiro, Raimundo Nonato da silva Gondim Secretário Municipal de Educação, demais secretários, Gestores escolares, alunos da rede de ensino municipal e demais servidores.

O hasteamento dos Pavilhões é 2ª atividade em comemoração aos  32 anos de emancipação político-administrativa, após todos os presentes entoarem os hinos nacional brasileiro e de Epitaciolândia as autoridades fizeram uso da palavra falando sobre a representatividade desse momento em que se comemora essa data tão importante para todos epitaciolandenses.

O secretário de Educação Gondim, enalteceu a energia dos alunos e respeito com os pavilhões.

“Essa alegria dos alunos ao entoarem os hinos, nacional e de Epitaciolândia, mostra que estamos no caminho certo construindo cidadão para um futuro promissor” destacou o secretário parabenizando a todos os presentes.

O prefeito Sérgio Lopes destacou os avanços que Epitaciolândia está tendo e da importância do município para todo o estado.

“Estamos realizando a 2ª atividade em comemoração aos 32 anos de Epitaciolândia, para nós é motivo de muita alegria de estar aqui vivendo esse momento, quero parabenizar a todos que compareceram, nossas autoridades do Exercito, Corpo de Bombeiros e Policia Militar, Secretários, Gestores professores e nossos alunos, quero dizer que Epitaciolândia está no caminho certo quero aqui reiterar o nosso compromisso de continuar trabalhando para melhorar a nossa cidade, vamos continuar avançando, parabéns a todos.” Destacou Sérgio Lopes.

 

Comentários

Continue lendo

Flash

Homem em situação de rua é preso após invadir Ministério da Fazenda em Rio Branco

Publicado

em

Na noite deste domingo (21), um homem em situação de rua foi detido após invadir o prédio do Ministério da Fazenda, localizado na Avenida Brasil, na região central de Rio Branco.

De acordo com relatos da polícia, o indivíduo conseguiu adentrar o local ao pular uma parte do portão, que possui cerca de 3 metros de altura, e alcançar o telhado do órgão federal. Um vigilante, em ronda na área, notou a movimentação e efetuou um disparo de alerta, sem, no entanto, atingir o invasor. O morador de rua fugiu e se escondeu nos arredores do prédio.

Após o alerta do vigilante, a Polícia Militar foi acionada e realizou uma busca minuciosa, culminando na localização e detenção do criminoso. Utilizando uma escada, os agentes desceram o homem do telhado e o conduziram até a viatura da PM.

Embora o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) tenha sido acionado, a presença médica não foi mais necessária, visto que o invasor não foi encontrado ferido pelos vigilantes após o disparo.

O homem foi encaminhado à Delegacia de Flagrante (Defla), onde enfrentará acusações pelo crime de invasão de prédio público.

Comentários

Continue lendo