Site Nacional repercute ‘noite de terror’ com sete mortes e alerta sobre fragilidade nas fronteiras do AC

A chacina que vitimou seis pessoas no ramal da Transacreana em Rio Branco, repercutiu negativamente em sites nacionais como por exemplo, o UOL. Segundo a reportagem, além das mortes, fica um alerta para as autoridades, em relação a fragilidades das fronteiras no Estado do Acre.

A reportagem diz que na região predominam “quatro facções criminosas presentes e no caminho de uma das principais rotas de entrada de cocaína no Brasil, CV, B13, PCC é IFARRA”.

Além disso, foi repercutido o alto número de homicídios: Em Rio Branco, capital do Acre, registrou 30 assassinatos nos primeiros 18 dias do ano. “Só na noite de ontem, num período de 3 horas, foram sete homicídios na cidade”, destaca trecho da matéria.

Segundo informações repassadas pela Polícia Militar ao site nacional, os homicídios de ontem (sábado) foram cometidos por integrantes da facção B13 (Bonde dos 13), que é aliada do grupo paulista PCC (Primeiro Comando da Capital) no Acre. Juntas, as duas batem de frente com membros do CV (Comando Vermelho) no estado. O Acre ainda tem uma quarta facção, menor: a ‘Ifara”.

A Secretaria de Segurança Pública do Estado do Acre (Sejusp) ainda não se manifestou sobre a onda de assassinatos ocorrido na noite de ontem, na capital.

Comentários