Em menos de 24 horas dois homens foram assassinados e outros dois ficaram feridos a tiros na cidade de Rio Branco. O eletricista Talisson Aguiar Rebelo, de 22 anos, foi morto a tiros na Rua Epaminonda Jácome, no Bairro Cadeia Velha, em Rio Branco, após sere alvejados com disparos de arma de fogo. Dois homens que conversavam com a vítima ficaram feridos e foram encaminhados ao Pronto Socorro.

A família de Talisson disse que ele havia acabado de Acrelandia e foi buscar uma bicicleta no trabalho. Quando retornou conversava com primos na rua, quando um homem numa motocicleta passou e efetuou vários tiros. Duas vítimas que não tiveram os nomes divulgados foram encaminhadas ao Pronto Socorro. O eletricista Talisson Aguiar não resistiu os ferimentos morreu no local do ataque.

A família de Talisson acredita que o alvo seria outra pessoa, já que o jovem era trabalhador e não tem envolvimento com facções criminosas. A outra vítima foi Júlio César Teles Brasil, que morreu após ser alvo de tiros na Rua Severiano Ferreira, no bairro Wanderley Dantas, em Rio Branco. O jovem chegou a ser levado ao Pronto Socorro, mas, não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

Segundo o Boletim de Ocorrência, a polícia foi acionada para atender a uma tentativa de homicídio. Ao chegar no local, populares disseram apenas que ouviram os disparos e em seguida encontraram Brasil caído no chão. Uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foi acionada e encaminhou o ferido até o hospital. Lá ele não resistiu aos ferimentos e morreu durante atendimento.

O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa (Dhpp). Os dois assassinatos aconteceram após a realização de uma operação policial na Cidade do Povo. A polícia teria prendido supostos membros de facções responsáveis por execuções de criminosos de grupos rivais, além de pessoas apontadas como responsáveis por assaltos realizados na capital.

Comentários