Manoel Prete e Leila Galvão triplicaram patrimônio, enquanto Fernanda Hassem teve menor evolução

Por Raimari Cardoso

Com o maior eleitorado da regional do Alto Acre, o município de Brasiléia terá uma disputa de peso nessas eleições, que será marcada por embates entre velhos conhecidos.

A atual prefeita e candidata à reeleição, Fernanda Hassem, do PT, já foi assessora de comunicação da ex-petista Leila Galvão, hoje MDB, quando esta administrou o município.

O empresário Manoel Prete, do PSDB, foi um adversário duro para Fernanda Hassem na última eleição, em 2016, quando obteve 6.013 votos contra 6.819 da petista.

Se os bens patrimoniais declarados à Justiça Eleitoral fossem critério para um bom desempenho nas urnas, Prete estaria com larga vantagem sobre as duas adversárias.

Da declaração que fez em 2016 para a atual, o empresário triplicou o seu patrimônio, que passou de R$ 1.120.703,94 para R$ 3.455.380,03.

Entre os bens declarados, destacam-se áreas de terra rurais e lotes urbanos, além de capital aplicado na própria empresa. Ele declarou um terreno de R$ 500 mil e uma antena parabólica de R$ 1.040,97.

A ex-prefeita e ex-deputada estadual Leila Galvão também triplicou o seu patrimônio desde a declaração de bens que fez à Justiça Eleitoral quando foi eleita para administrar o município, em 2008.

Naquele ano, ela declarou R$ 340.164,76 que evoluíram para R$ 504.110,53 quando foi eleita deputada estadual, em 2014, e para R$ 914.685,22, quando não conseguiu se reeleger, em 2018. Na atual declaração, ela cadastrou R$ 921.788,61 em bens.

Entre os bens declarados por Galvão, estão três propriedades rurais avaliadas em R$ 296 mil, um lote de terra urbano avaliado em R$ 219 mil, além de prédio comercial, casa residencial e veículos.

Já a atual gestora, Fernanda Hassem, tinha R$ 178.500,00 quando foi eleita vereadora, em 2012, evoluiu para R$ 366.595,00, em 2016, quando se elegeu prefeita, e decaiu para R$ 341.925,90 na atual declaração de bens.

O patrimônio declarado por Hassem consta de uma casa com terreno, avaliados em R$ 250.000,00, e um carro Honda FIT – Cor Preta – Ano 2018/2019 financiado, no valor R$ 71 mil, além de investimentos e aplicações bancárias.

Vale lembrar que o valor dos imóveis declarados nem sempre significa o que valem hoje. Normalmente se declara o quanto se pagou pelo imóvel na época da compra – ou no máximo se adiciona ao valor da compra o que foi gasto com obras e reformas.

Evolução patrimonial dos candidatos em Brasiléia

Fernanda Hassem (PT)

2012 – R$178.500,00

2016 – R$ 366.595,00

2020 – R$ 341.925,90

Manoel Prete (PSDB)

2016 – R$ 1.120.703,94

2020 – R$ 3.455.380,03

Leila Galvão (MDB)

2008 – R$ 340.164,76

2014 – R$ 504.110,53

2018 – R$ 914.685,22

2020 – R$ 921.788,61

Comentários