Por Raimari Cardoso

O Juízo Eleitoral da 6ª Zona, presidida pelo juiz Gustavo Sirena, não realizará ato presencial para as cerimônias de diplomação dos prefeitos e vereadores eleitos dos municípios de Brasiléia, Epitaciolândia e Assis Brasil, agendadas para esta quarta-feira, 16 de dezembro.

Neste ano, devido à pandemia do coronavírus, cada Junta Eleitoral pôde decidir sobre duas maneiras para se realizar as cerimônias de diplomação: por meio de videoconferência, com a participação de eleitos e demais autoridades; ou de forma presencial, com todas as medidas de segurança determinadas pelos órgãos competentes.

Assim, a diplomação dos prefeitos Fernanda Hassem, de Brasiléia, Sérgio Lopes, de Epitaciolândia, Jerry Correia, de Assis Brasil, além dos vereadores dos três municípios, ocorrerá por videoconferência, no período da manhã.

Os candidatos eleitos no restante do estado serão diplomados até 18 de dezembro, de acordo com o calendário eleitoral, desde que tenham entregado as suas respectivas prestações de contas à Justiça Eleitoral, cujo prazo se encerra às 23h59 desta terça-feira, 15.

A 1ª Zona Eleitoral, responsável pelas candidaturas no município de Rio Branco, procederá, às 9 horas do próximo dia 17, também por meio de videoconferência, a diplomação dos candidatos eleitos para os cargos de prefeito, vice-prefeito e vereadores da capital acreana.

Apenas nos municípios de Xapuri, que realizou o ato no último do 11/12, Capixaba, Plácido de Castro, Acrelândia e Senador Guiomard (Quinari) as sessões de diplomação dos candidatos eleitos foram definidas para ocorrer de maneira presencial.

Diplomação

A diplomação é o ato pelo qual a Justiça Eleitoral atesta quem são, efetivamente, os eleitos e os suplentes com a expedição e disponibilização do diploma devidamente assinado, habilitando-os a assumir e exercer os respectivos mandatos eletivos.

Confira aqui o calendário de diplomação em todo o estado do Acre.

Comentários