PT já admite eventual condenação de Lula


Mudando de estratégia

As novas suspeitas contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, acusado de corrupção por ex-executivos de empreiteiras, fez com que o PT passasse a incluir em suas análises internas do cenário político e discussões sobre estratégias a possibilidade concreta de não contar com o seu líder máximo na disputa eleitoral de 2018.

O blindado

A reação do PT às novas suspeitas é reforçar o empenho na defesa de Lula tanto nas ruas quanto nas redes sociais. Ninguém no partido ousa questionar ou cobrar explicações do ex-presidente.

Ao vivo

O ex-presidente vai pedir a Moro que o depoimento marcado para o dia 10 de maio, em Curitiba, seja transmitido ao vivo. Lula diz a pessoas próximas que está convencido de que vai “engolir” Moro devido à falta de provas sobre o apartamento no Guarujá.

Revolução Russa

O vereador  da Capital Rio Branco Eduardo Farias, pode ter recebido mais de R$ 5 mil em diárias para participar de seminário sobre os “100 anos da revolução Russa” em São Paulo, parece brincadeira…

Já era esperado

Muito se dizia nos bastidores sobre a saída do ex-vereador Mário Jorge e a diplomação de Francisco Valadares Neto para o cargo público de vereador e fiscal do povo.

Arre-égua Calixto

Em seu último pronunciamento no parlamento mirim, o ex-vereador  Mário Jorge Fiesca, disse existir uma ”quadrilha” dentro do (PMDB), partido pela qual o mesmo fez parte quando disputou as eleições.

Por outro lado

Em alguns momentos de seu “irado” discurso, Mário deixou a entender que não iria mais fazer parte do projeto da oposição no município.

Dor de cabeça

É mais uma dor de cabeça para a oposição no município de Brasiléia, o que já era ruim, se tornou pior…

Cristal quebrado não cola jamais

Foram muitos os desmazelos da oposição em Brasiléia, basta andar na cidade e ver o que foi feito na última gestão, a população ficou absolutamente sem esperança, que agora parece renascer.

10, 20, 30 anos

Parece a Música de Luan Santana, mas é a obra do Hospital de Brasiléia, vale lembrar que saúde pública é um tema suprapartidário, qualquer um pode precisar de atendimento, seja Petista, Peemedebista, Comunista e etc.

Quem está doente, tem pressa

A obra do hospital regional do Alto Acre não pode ser tratada como outros tipos de obras, tem que existir prioridade e esforços concentrados.

Não é obra pra palanque

Todos sabemos que existem obras eleitoreiras, geralmente usadas e inauguradas em ano de eleições, são citadas de forma sistemática por gestores políticos.

Acredite

No ano de 2015 o Supremo Tribunal Federal do Brasil recebeu 93.476 processos novos, em 2016 esse número  chegou a 90.331 processos.

Enquanto nos EUA

Muito diferente da realidade no Brasil a Corte da maior potencia mundial, recebe apenas oito mil casos e julgam 80 mil ao ano.

Palavras de Jucá

“Se acabar o foro, é para todo mundo. Suruba é suruba. Aí é todo mundo na suruba, não uma suruba selecionada”, afirmou o líder do governo no Congresso, senador Romero Jucá (PMDB-RR), sobre a ideia de acabar com o foro privilegiado .

45 mil pessoas

A “suruba” do Brasil não tem paralelo no mundo. Só aqui tantas autoridades têm prerrogativa de foro – direito a julgamento em instâncias superiores. Segundo   Roberto Veloso, presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), o número é de 45 mil pessoas. “Nenhum país previu tantas hipóteses de foro privilegiado como a Constituição brasileira de 1988”, afirma o estudo Foro por prerrogativa de função no Direito Comparado.

Comentários