O detento Aldemir de Freitas Lopes, de 44 anos, foi encontrado morto em uma cela da Ala de Saúde Mental do Complexo Penitenciário de Rio Branco, no final da tarde de sábado (24). A informação foi divulgada pelo Instituto de Administração Penitenciária (Iapen).

De acordo com o Iapen, o detento cumpria pena em uma cela individual e foi encontrado morto no momento da entrega do jantar. A equipe de plantão verificou que o preso não respondia e não levantava da cama. Ao adentrar a cela, perceberam que Aldemir de Freitas não estava respirando.

Ao verificar a situação, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas ao chegar ao local foi possível apenas atestar o óbito. Diante do ocorrido, os policiais penais acionaram o Instituto Médico Legal, para a realização da perícia técnica e procedimentos de costume.

Quanto a causa da morte, o Iapen informou que aguarda a divulgação do laudo da perícia técnica que informará as reais circunstâncias. A causa da morte do preso até agora está sendo considerada morte natural.

Ainda de acordo com o Iapen, nesse ano, já é a sexta morte que acontece no Presídio Francisco de Oliveira Conde.


 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal.

Comentários