Parlamentares que integram a bancada federal do Acre estiveram reunidos nesta terça-feira, 21 com o Ministro da Educação, Mendonça Filho. A pauta da reunião foi o debate que vem sendo realizado em todo país na busca uma solução que respeite os estudantes que seguem religiões sabatistas, ou seja, que guardam os sábados, no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para que eles possam fazer as provas sem prejuízo de suas crenças religiosas.

“Os parlamentares do Acre abraçaram a causa da liberdade religiosa e da igualdade de condições, para que os jovens sabatistas não sejam prejudicados nas provas do Enem. O ministro da Educação nos disse que os jovens sabatistas não serão mais constrangidos e também elogiou a postura dos políticos do Acre”, comemorou Moisés Diniz, um dos articuladores da reunião.

“Precisamos buscar mecanismos que permitam que os direitos desses candidatos sejam respeitados. O ministro mostrou sensibilidade com a causa e acreditamos que o pleito seja viabilizado já para as provas do Enem deste ano, uma vez que o ministro nos assegurou que os sabatistas não serão mais constrangidos”, disse Alan Rick.

Participaram da audiência, além do deputado Alan Rick, o senador Sérgio Petecão (PSD) e os deputados federais Moises Diniz (PCdoB), Léo de Brito (PT), Major Rocha (PSDB) e Jéssica Sales (PMDB). Também estavam presentes na audiência o vice-presidente da Associação Cultural Israelita de Brasília, Dr. Mourad Balaciano e pastores da Igreja Adventista da divisão sul-americana, representando oito países: Professor Ivan Góes, Diretor de Educação Fundamental e Ensino Médio; Pr. Hélio Carnassale, Diretor de Liberdade Religiosa e Espírito de Profecia; Pr. Isaac Gonçalvez, Diretor de livros didáticos da Editora adventista para língua hispânica.

 

Comentários