Deputado Rocha (e) vistoriou o prédio que está com cronograma atrasado por quase dois anos - Foto: Alexandre Lima
Deputado Rocha (d) vistoriou o prédio que está com cronograma atrasado por quase dois anos – Foto: Alexandre Lima

Alexandre Lima

O deputado federal pelo Acre, o tucano Wherles Rocha, esteve visitando a cidade de Brasiléia nesta quarta-feira, dia 21, juntamente com sua esposa e assessores, para encontrar correligionários e amigos, além de cumprir uma agenda a tempos programada.

Rocha aproveitou a ocasião, para visitar o canteiro de obras do hospital regional que está sendo construído em Brasiléia, localizado na BR 317 (Estrada do Pacífico), financiada pela Caixa Econômica Federal, Governo Federal e Estado do Acre, com um custo inicial de R$ 50.543,370,01. Mas, que poderá receber aditivos.

A obra em questão, teve início em maio de 2013, com previsão de término em novembro de 2014, está com seu cronograma atrasado e poderá ser entregue somente em 2016, ano de eleição e com ressalvas.

A visita surpresa de Rocha, teve o acompanhamento de um engenheiro residente, onde mostrou todo o prédio e suas divisões, e tem como meta, oferecer um atendimento aos munícipes da regional do Alto Acre, mas está com seu cronograma atrasado.

No momento da obra, somente 14 funcionários trabalhavam e foi explicado que, a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), que não está no projeto inicial, poderá ser implantada futuramente. Se pode comprovar in-loco que os somente 20% anunciados que faltam, está fora da realidade e que tem muito por fazer podendo chegar a 30% ou mais para ser concluído até sua entrega.

No mais, cumprindo seu papel de deputado como qualquer outro do Estado, Rocha ficou feliz com o andamento dos trabalhos, mas lamentou a falta da UTI numa obra desse tamanho. “Estou cumprindo meu papel como deputado federal e observamos que a obra está atrasada, além de faltar leitos para a Unidade de Tratamento Intensivo e o prazo para a entrega para uma obra desse tamanho está atrasada. Esperamos que essa parceria entre governo do Acre e Federal possam concluir e entregue aos moradores da regional do Alto Acre”, finalizou.

IMG_8176

Comentários