fbpx
Conecte-se conosco

Flash

Deputado Luiz Gonzaga promove acordo de nova rota comercial com o Peru, reduzindo custos e melhorando a qualidade dos produtos

Publicado

em

Willamis Franca

No último final de semana, o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Acre, Luiz Gonzaga, acompanhado pelo representante da Secretaria de Indústria do Acre, Marcos Moraes, pelo superintendente do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) no Acre, Paulo Trindade, e pelo empresário Alejandro Salinas, esteve em Pomata, no Peru. O objetivo da visita foi fortalecer as relações comerciais entre as regiões e retribuir a visita dos representantes peruanos ao Acre, fomentando a demanda por produtos locais a serem exportados diretamente de Puno.

Atualmente, a truta que chega ao Acre percorre mais de 7.500 quilômetros, enquanto a nova rota comercial proposta reduziria essa distância para no máximo 1.100 quilômetros, resultando em um produto mais fresco, barato e de melhor qualidade. A produção média de truta na região de Puno é de mil toneladas por mês, operando com apenas 50% da capacidade total. Grande parte dessa produção é exportada ilegalmente via Bolívia para o Chile, que então reexporta como produto chileno. Em 2018, antes da pandemia, a produção oficial registrada foi de mais de 48 mil toneladas, sem contar o contrabando.

Durante a visita, o deputado Luiz Gonzaga destacou a importância dessas iniciativas bilaterais para a economia do Acre. “Primeiro, temos que organizar nossas EPRs para montar uma estrutura que beneficie essa truta, visando vender não só para o Acre, mas para todo o Brasil. Atualmente, eles estão produzindo metade da sua capacidade e podem produzir muito mais se houver mercado. Estamos convidando-os para participar da nossa Expo Acre, onde poderão apresentar seus produtos à população acreana”, disse Gonzaga.

O presidente também agradeceu todo o apoio e esforço do governador Gladson Cameli. “O governador Gladson Cameli é um entusiasta dessa integração entre o Brasil e o Peru, principalmente com relação a essa relação comercial. Tem um potencial muito grande, o Peru tem muitos produtos que nos interessam, principalmente na área de pescado, frutas e verduras. Muitas coisas do lado do Acre interessam aos peruanos. Hoje, a Dom Porquito, por exemplo, já está exportando suíno, já está exportando frango, já está vendo também a exportação de milho, soja e ração. E o governador Gladson Cameli está na frente de tudo isso”, enfatizou Gonzaga.

Marcos Moraes, representante da Secretaria de Indústria do Acre (SEICT), ressaltou a necessidade de estruturar a Zona de Processamento de Exportação (ZPE) para atender à nova demanda. “A ZPE está dentro da SEICT, então precisamos organizar para que a ZPE funcione de fato, montando câmaras frigoríficas para armazenar esse pescado. O Acre sozinho não absorve toda essa produção. Rondônia, Mato Grosso, Amazonas, todos são potenciais mercados. Estamos falando de 30 milhões de pessoas na região Norte. Precisamos deixar de comprar peixe de São Paulo, quando temos peixe aqui ao lado. Atualmente, o peixe sai do Peru, vai para a Bolívia, depois para São Paulo, Mato Grosso, e só então volta ao Acre. Precisamos inverter esse fluxo. Estamos a pouco mais de mil quilômetros do Acre, então precisamos trabalhar nisso”, afirmou Moraes.

O empresário Alejandro Salinas enfatizou a importância da relação comercial para ambas as regiões. “A relação é muito importante porque hoje o Peru se abastece de produtos do Canadá e da Argentina, mas pode trazer produtos brasileiros pela Interoceânica. O Brasil, que também se abastece com produtos da Argentina e do Sul, poderia receber produtos dos Andes, a apenas 1.100 quilômetros do Acre. A iniciativa do governo em fomentar essa relação ajuda a agilizar trâmites e burocracias na fronteira. A criação de um ponto de inspeção sanitária para proteína animal na ZPE facilitará muito, permitindo trazer frutos do mar do Pacífico peruano e truta salmonada diretamente para o Acre em menos de dois dias, a um custo cerca de 50% menor do que o praticado atualmente. Esse posto de vigilância na ZPE será fundamental para o desenvolvimento da região do Lago Titicaca e de Puno, assim como para os consumidores do Acre”, comentou Alejandro.

A visita reforça o compromisso do Acre em fortalecer a integração econômica com os países vizinhos, promovendo o desenvolvimento regional e oferecendo produtos de qualidade a preços competitivos.

Comentários

Continue lendo

Tudo Viagem

Confira o valor dos novos voos do Acre para Belo Horizonte e Porto Velho

Publicado

em

O dia 4 de outubro é uma das datas mais esperadas pelo consumidores do Acre que precisam viajar de avião e sofrem com os preços altos das passagens aéreas. É nesta data que a Azul iniciará voos no Acre. A companhia fará a ligação sem escala de Rio Branco com Belo Horizonte (Aeroporto de Confins) e Porto Velho.

A companhia Azul lançou uma promoção para marcar a entrada no mercado do Acre. As passagens de Rio Branco para a capital mineira estão sendo vendidas por R$ 884, valor de ida e volta com taxas inclusas. Acesse AQUI essa promoção.

A partir da capital mineira, conhecida como a “capital nacional dos bares”, a Azul tem voos diretos para as principais cidades no Brasil, além de Curaçao, Orlando e Fort Lauderdale, na Flórida.

Garanta aqui descontos especiais na reserva do hotel em Belo Horizonte

Valor das passagens para Porto Velho

A partir de 4 de outubro a Azul terá voos diretos entre Rio Branco e Porto Velho. Atualmente nenhuma  companhia faz a ligação sem escala do Acre com as capitais de Rondônia e de Minas Gerais. As passagens de Rio Branco para Porto Velho estão sendo vendidas por R$ 1257. Todas essas passagens estão com as taxas de embarques inclusas.

Garanta aqui passagens aéreas de Rio Branco para Belo Horizonte por R$ 884 (ida e volta)

Garanta aqui passagens aéreas de Rio Branco para Porto Velho por R$ 1257 (ida e volta)

*Promoção por tempo limitado e sujeita a variação de preços conforme disponibilidade de assentos promocionais

Faça aqui a sua pesquisa e garanta desconto na compra das passagens aéreas para outras cidades

Atenção: O Alto Acre não vende passagens aéreas, pacotes de viagens ou reservas de hotéis. O site apenas divulga as promoções, ficando o leitor livre para escolher a melhor opção.

 

Comentários

Continue lendo

Flash

Nota de pesar pelo falecimento do ex-governador Romildo Magalhães da Silva

Publicado

em

O governo do Estado do Acre manifesta seu mais profundo pesar e condolências aos familiares e amigos e decreta luto oficial de três dias pelo falecimento do ex-governador Romildo Magalhães da Silva, ocorrido na madrugada deste domingo, 14.

O velório acontecerá no Palácio Rio Branco, a partir das 10h deste domingo.

Romildo faleceu em decorrência de complicações de diabetes e deixa uma história de forte influência na política acreana dos últimos 40 anos, que serão levados para toda a vida por seus irmãos, filhos e netos e sua esposa Rosinha Magalhães.

Natural de Feijó, Romildo iniciou sua carreira política como prefeito da cidade, onde atuou por dois mandatos, e depois tornou-se deputado estadual, vice-governador e governador do Estado, pautando sua vida pela simplicidade, cuidado e amor ao próximo.

Que Deus possa  fortalecer os corações de seus familiares e amigos diante de tamanha dor e tristeza, dando-lhes a certeza de que ele agora habita em plenitude de alegria nos braços de Deus.

Gladson de Lima Cameli

Governador do Estado do Acre

Comentários

Continue lendo

Flash

Coronel Marta Renata é a primeira mulher a ser subcomandante-geral da PMAC em 108 anos

Publicado

em

Na manhã deste sábado, 13, o governador Gladson Cameli anunciou que a coronel Marta Renata será a subcomandante-geral da Polícia Militar do Acre (PMAC). A oficial é a primeira mulher a assumir essa posição de alto comando, marcando história na instituição. Sua nomeação destaca não apenas a importância da representatividade feminina, mas também o reconhecimento de mérito e competência, marcando um novo capítulo na trajetória da PMAC.

Dentre as formações da policial estão os cursos de Letras e Direito, concluídos na Universidade Federal do Acre (UFAC). Além disso, possui especialização em Língua Portuguesa e Ensino, também pela UFAC. No âmbito militar, é Especialista em Segurança Pública pela Polícia Militar da Paraíba (2014) e concluiu o Curso Superior de Polícia pela Polícia Militar do Paraná (2023).

Ao longo de sua carreira, a oficial demonstrou notável capacidade de comando e profundo comprometimento com os valores e a missão da instituição. Antes da nova atribuição, a agora subcomandante da PMAC chefiava a Diretoria Operacional, além de já ter contribuído à frente da Assessoria Jurídica e da Assessoria de Comunicação.

A reunião que ocorreu com a presença do comandante-geral, coronel Luciano Dias Fonseca, e do Governador Gladson Cameli, determinou a nova atribuição da militar, que expressou sentimento de gratidão e compromisso. “Muita gratidão a Deus pela vida, à minha família pelo companheirismo, ao governador que me honrou com essa missão e ao coronel Luciano pelo apoio. Esta nomeação representa um desafio profissional imensurável, mas com o apoio daqueles que formam a instituição, exercerei minhas funções com muita dedicação e zelo”, enfatizou a subcomandante da PMAC.

Para o coronel Luciano Dias Fonseca, este é um momento de mérito e reconhecimento. “A nomeação da coronel Marta Renata é um reconhecimento justo e merecido de sua competência. Ela é uma referência dentro da instituição e sua liderança inspirará não apenas outras mulheres, mas todos os policiais militares”, afirmou o comandante-geral da PMAC.

Além disso, o comandante-geral expressou seu agradecimento ao ex-subcomandante. “Gostaria de expressar meu profundo agradecimento ao coronel Emílio por seus anos de serviço dedicado e liderança exemplar. Seu compromisso e suas contribuições foram fundamentais para o fortalecimento e progresso da corporação. Desejo a ele muito sucesso em suas novas funções”, disse.

Comentários

Continue lendo