Deputado Luiz Tchê
Deputado Luiz Tchê

Tche apresentou números do desenvolvimento econômico de Manaus e criticou o que ele denominou como fraca economia do Acre.

ContilNet Notícias

Durante a sessão desta terça-feira (26) na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) o líder do PDT na casa legislativa, José Luiz Tchê, usou a tribuna para criticar a atuação da bancada federal acreana no tocante ao desempenho para conquistar benefícios fiscais para o Estado. O deputado também criticou a falta de empenho em conseguir que seja instalada uma Área de Livre Comércio no Acre. Tchê disse que a bancada atual não tem competência para conquistar tais beneces para a região.

O líder do PDT fez questão de lembrar que recentemente o Congresso Nacional aprovou no dia 16 de julho , a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 20/2014, que prorroga os benefícios tributários da Zona Franca de Manaus até 2073 e a prorrogação da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) do setor de informática (PLC 61/2014) até 2029.

“Porque não conseguimos benefícios para o Acre? Será que não conseguimos ou não temos competência de negociar nada para o Acre pela preservação de 80% da floresta, será que não seria possível instalar uma zona franca no Acre?”, questiona.

Tche apresentou números do desenvolvimento econômico de Manaus e criticou o que ele denominou como fraca economia do Acre.

“Só no ano passado, a Zona Franca gerou 113 mil empregos diretos, e há mais de 600 empresas só no seguimento de eletroeletrônico, gerando 500 mil empregos indiretos. É praticamente a população do Acre”, disse.

Segundo o parlamentar, a receita gerada pela Zona Franca de Manaus foi de R$ 90 bilhões. “O que o Acre ganhou com isto? Ganhamos uma Área de Livre Comércio que completa 20 anos, mas até hoje não foi regulamentada”.

Comentários