Governo enviou técnicos para realizar a manutenção dos equipamentos.

O governo do Acre, através da Secretaria de Segurança do Estado, enfim teve a iniciativa de consertar as câmeras de vídeo-monitoramento que estavam paradas na fronteira do Acre. A instalação dos equipamentos foi uma parceria com o governo federal através do programa Enafron (Estratégia Nacional de Segurança Pública nas Fronteiras).

Instaladas em 2015, o sistema e coordenado pelo 10º Batalhão da Polícia Militar em Brasiléia, veio para somar forças no combate ao crime e, principalmente, ao ilícito que tem como rota de fuga, o lado boliviano pelas cidades de Brasiléia e Epitaciolândia.

Dos 10 equipamentos instalados na fronteira, quatro apresentaram problemas técnicos e até mesmo, foram vandalizados. A partir daí, não receberam manutenção até a semana passada, quando os técnicos foram enviados para realizar a manutenção e troca de peças.

Segundo foi informado por um dos técnicos, a demora teria sido um atraso por parte do governo federal, mas, não soube explicar mais detalhado o motivo real.

Assis Brasil estaria tudo parado

Além de Brasiléia e Epitaciolândia, que teve 10 câmeras distribuídas em pontos estratégicos, a pequena cidade de Assis Brasil teria recebido nove equipamentos e teria funcionado por um tempo, mas, atualmente estão sem funcionar.

A cidade é um principal corredor para o turismo ao Peru, além de da entrada de imigrantes e contrabando de mercadorias e drogas. Com a falta desses equipamentos, ajuda na facilitação do narcotráfico que tem o Acre como porta de entrada.

Sem muito investir na segurança, o governador do Acre, Sebastião Viana, vem tentando culpar o governo federal, na pessoa do presidente Temer, que nos últimos dois anos, o aumento da violência no Estado seria pela falta de apoio.

Matérias relacionadas:

Assis Brasil terá câmeras de segurança na cidade

Fronteira irá receber câmeras de segurança através do Enafron

Polícia de Pando vai instalar câmeras na fronteira com o Acre para combater o narcotráfico

Câmeras de videomonitoramento auxiliam polícia a identificar assaltantes

Fronteira será vigiada por câmeras 24 horas; no Acre serão 59 equipamentos

Governo do Acre volta a anunciar instalação de câmeras na fronteira

Ladrões usaram equipamentos pesados para abrir cofre de Correios em Brasiléia

Vídeo: Agencia dos Correios é alvo de ladrões durante a madrugada em Brasiléia

Comentários