As autoridades do Comitê Operativo de Emergência do Estado de Pando (COED-Pando), após debater e analisar a situação de saúde e econômica do estado de Pando, localizado na fronteira com o Acre, decidiu ampliar a quarentena de “Alto Risco”, mas estará flexibilizando os dias de saída dos moradores através do número da sua identidade.

Segundo foi manifestado pelas autoridades do Estado em consenso com o COED, decidiram continuar considerando as informações epidemiológico do Serviço Estadual de Saúde (SEDES-Pando), após conhecer a situação do covid-19 nas cidades fronteiriças do Brasil e do Peru, que vem apresentando um alto índice de contágios, além dos casos nos estados vizinhos de Beni e La Paz.

O governador do estado Luis Adolfo Flores, acatou as determinações do COED, levando em conta a população o risco de contágio, tendo em conta que existe casos de pessoas que estão passando de forma ilegal para o lado brasileiro e retornando.

Devido a esses casos, foi decidido que a Polícia e guarda municipal realizem controle com maior rigorosidade pela cidade e recolocar as forças armadas na fronteira e pede que os moradores respeitem as determinaç ões dos Decretos. a coletiva ainda contou com a presença de outras autoridades como o prefeito Luis Gatty Ribeiro, dos órgãos da saúde e militares e policial.

Comentários