Figueiredo Basto assinou acordos para o doleiro Alberto Youssef e de outros seis réus da Lava-Jato

205548_ext_arquivo

O Globo — O criminalista Antonio Augusto Figueiredo Basto, que cuidou da delação do doleiro Alberto Youssef e de outros seis réus da Operação Lava-Jato, assume nesta quarta-feira a defesa do senador Delcídio do Amaral (PT-MS).

O senador petista está preso desde o dia 25 de novembro acusado de tentar atrapalhas as investigações da Lava Jato. Delcídio foi flagrado tentando comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, que negociava acordo de delação premiada.

Com a contratação de Figueiredo Bastos, aumenta a possibilidade do senador petista ser o primeiro político a fazer um acordo de delação com a Procuradoria Geral da República. Ao GLOBO, Bastos descartou, no momento, a possibilidade de acordo.

— Ainda estamos conversando sobre a defesa. Mas no momento, nenhuma possibilidade sobre isso (colaboração) — afirmou Bastos.

Comentários