barrancos

O aumento das crateras provocadas recentemente pela elevação das águas do Rio Acre preocupa os comerciantes da região que podem ter a estrutura dos seus estabelecimentos afetados

Da redação, WILIANDRO DERZE

O desbarrancamento nas obras de contenção da Rua Prefeito Rolando Moreira no município de Brasiléia começa a preocupar os comerciantes da região. Os trabalhos de contenção que estavam sendo executados e que estão paralisados há quase 10 meses acabaram sendo afetados com a elevação das águas do Rio Acre nas últimas semanas.

A comissão de Defesa Civil do Município vem fazendo relatório para alertar os proprietários de estabelecimentos nas imediações da área que estava sendo feito as obras de contenção. As telas de proteção da área foram afetadas pelo avanço do desmoronamento e segue cada dia mais se aproximando os pontos comerciais.

O presidente da Comissão de Defesa Civil de Brasiléia, Reginaldo Guerra destacou que procedimentos urgentes devem ser feitos na região afetada, pela aproximação das crateras criadas pelos desbarrancamentos das margens do Rio Acre.

“Precisamos rapidamente que as autoridades competentes façam o estudo e alertem a população e principalmente os comerciantes sobre o risco que podem estar correndo pelo aumento dos desmoronamentos. Nosso receio é que atinja a estrutura dos demais comércios e o problema acabe se agravando ainda mais”, alertou Guerra.

As fotos apresentadas pela Defesa Civil mostra o desmoronamento das margens do Rio Acre aumentando cada vez mais, tomando de conta da Rua Prefeito Rolando Moreira. Uma das principais do município que era famosa pelos diversos pontos comerciais.

Comentários