fbpx
Conecte-se conosco

Acre

De vereador a prefeito: Everaldo Gomes volta ao bairro 28 de Maio e promete melhorias

Publicado

em

Os moradores pediram ao prefeito benfeitorias no bairro como a abertura de ruas, encanação de água e a iluminação pública.

WILIANDRO DERZE, assessoria da PMB

DSC_3581

O sofrimento, a morte de algumas pessoas e o ferimento de outras deu o nome do bairro de 28 de Maio, que foi conquistado com muita luta e confronto até mesmo com o Batalhão de Operações Especiais – BOPE. Completando anos de luta e tristeza, o local que os moradores querem transformar em um conjunto habitacional recebeu a presença do prefeito de Brasiléia Everaldo Gomes e do secretário de obras do município, Clécio Gadelha.

O objetivo dos moradores do bairro 28 de Maio foi pedir ao prefeito a abertura das 14 ruas, encanação da água e a iluminação pública. Sendo que a falta dos serviços está deixando os moradores isolados e com serias dificuldades que vem afetando a saúde de grande parte dos moradores.

Durante a reunião estiveram presentes quase 100 pessoas que ouviram do prefeito o comprometimento de que tudo que estiver ao alcance dos municípios será feito no bairro. “Os moradores do 28 de Maio podem ficar tranquilos que analisando nosso planejamento vamos abrir as ruas e procurar os órgãos competentes para trazer a iluminação as residências e a encanação de água”, afirmou o prefeito Everaldo em seu discurso.

O secretário de Obras, Clécio Gadelha também se solidarizou com os moradores do bairro e se comprometeu a se empenhar em trazer os benefícios que podem ser executados pela prefeitura.

O bairro que ganhou o nome pela luta e confrontos até mesmo com a polícia tem muitas histórias. Durante o confronto e luta pela terra morreram duas pessoas, outras ficaram com ferimentos leves. Entre esses, o senhor José Adecio de Souza Jaminaua, que levou um tiro de bala de borracha do BOPE e teve que ser levado ao Pronto Socorro de Rio Branco, onde ficou internado por 10 dias em estado grave. Com a presença do prefeito, José Adecio disse que mesmo perdendo uma vista está feliz porque a luta dos que morreram e que ficaram feridos valeu a pena, devido às famílias terem conquistado seu lugar para morar.

“Agradecemos a presença do prefeito Everaldo Gomes pela presença aqui no bairro antes de ser eleito prefeito e agora como prefeito. Esperávamos essa atenção e reconhecimento do poder público e temos graças ao prefeito Everaldo que disse que se fosse eleito olharia com carinho para todos nós moradores”, lembrou José Adecio.

A senhora Maria Olinda Sales que também participou do confronto pela terra tem três filhos e agradeceu a presença no bairro e espera que algo seja feito pelo bairro como a abertura de ruas.

Segundo o prefeito o caminhão pipa da prefeitura fará o abastecimento no bairro de forma programada, até que as conversas com os órgãos competentes pelas redes de água e esgoto fossem realizadas.

Comentários

Continue lendo

Acre

MPAC discute ações para o fortalecimento da rede de proteção à mulher vítima de violência doméstica

Publicado

em

Por

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por meio da 7ª Promotoria de Justiça Criminal, realizou mais uma reunião do projeto “Rede de Proteção à Mulher Vítima de Violência Doméstica em Ação”. O projeto visa intensificar, concentrar e articular os esforços da rede de proteção à mulher, buscando aumentar a eficiência das ações desenvolvidas.

Coordenado pela promotora de Justiça Diana Soraia Pimentel, o projeto promove reuniões mensais para discutir estratégias e aprimorar a atuação da rede de proteção. Além da 7ª Promotoria Criminal, também fazem parte do projeto o Núcleo Permanente de Autocomposição (NAPAZ), o Núcleo de Apoio Técnico (NAT) e o Centro de Atendimento à Vítima (CAV), órgãos auxiliares do MPAC.

Neste encontro, foram discutidas questões relacionadas à qualidade dos testemunhos de policiais que atendem as ocorrências de violência doméstica e a necessidade da presença das vítimas e testemunhas em audiência de instrução e julgamento.

Além disso, foram discutidas alternativas para a realização dos cursos do Sistema Nacional de Aprendizado Industrial (Senai) para estas mulheres, bem como a necessidade de criação do fluxo para o benefício do aluguel social para mulheres vítimas de violência doméstica.

A promotora destacou que na última reunião da rede de proteção, foi identificada a ausência de plantões de profissionais de psicologia e assistência social nas unidades de saúde para o atendimento a estas mulheres.

Diante disso, a Promotoria encaminhou o ofício para a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), ressaltando a necessidade destes profissionais nos plantões ininterruptamente. Como resultado, foi publicada a Portaria n°693, de 08 de abril de 2024, possibilitando o adicional de plantão emergencial.

Em sua fala, a promotora enfatizou que o projeto tem conseguido avanços no combate à violência doméstica por meio de ações desenvolvidas de forma conjunta com as instituições que compõem a rede de proteção.

“Estamos nos fortalecendo no trabalho em rede, sendo esta Portaria uma grande vitória para a proteção integral à mulher vítima de violência doméstica, no momento em que ela necessita dos profissionais de psicologia e assistência social”, disse.

Participaram da reunião representantes do Tribunal de Justiça, da Defensoria Pública, das Secretarias de Educação, de Saúde e de Assistência Social e Direitos Humanos do Estado e do Município, da Secretaria da Mulher, da Casa Abrigo, da Delegacia de Atendimento à Mulher, do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco, da Federação das Indústrias do Acre (Fieac), do Instituto de Administração Penitenciária do Acre, do Caps AD III, além de representantes das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da Sobral e do 2º Distrito, entre outros.

Texto: Marcelina Freire
Fotos: Clóvis Pereira
Agência de Notícias do MPAC

Fonte: Ministério Publico – AC

Comentários

Continue lendo

Acre

MPAC participa de evento em homenagem aos povos indígenas em Brasileia

Publicado

em

Por

Na última sexta-feira (19), o Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por meio da Promotoria de Justiça de Brasileia, participou de um evento especial realizado pela Prefeitura Municipal em homenagem aos povos indígenas Jaminawa que residem em contexto urbano do município.

O evento, em alusão ao Dia Nacional dos Povos Indígenas, contou com a presença de autoridades dos três poderes constituídos, convidados e representantes da comunidade indígena Jaminawa. Na ocasião, foram realizadas atividades em celebração à cultura e tradições indígenas, além da ação do Programa Criança Feliz.

De acordo com o último censo do IBGE, existem 282 indígenas em contexto urbano no Município de Brasileia, e o MPAC atua para que seja garantido a esse público o acesso a políticas públicas e que sejam assegurados direitos fundamentais, como saúde, educação, saneamento básico, alimentação e segurança.

O promotor de Justiça Juleandro Martins, coordenador do Projeto TXAI – que visa fortalecer a execução das políticas públicas de proteção e defesa dos direitos da população indígena do Acre –, destacou a importância da data e exaltou a iniciativa da homenagem.

“Hoje é um dia muito importante para reconhecer a cultura, a resiliência e a força desse povo, mas também é um momento oportuno para pensar em estratégias que possam garantir a esse público vulnerável o acesso a políticas públicas e que sejam assegurados a eles direitos fundamentais, como previstos na Constituição Federal”, afirmou.

* Com informações e fotos da Prefeitura de Brasileia

Fonte: Ministério Publico – AC

Comentários

Continue lendo

Acre

Prefeitura de Rio Branco promove torneio de Futsal para jovens no Centro da Juventude

Publicado

em

Por

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), organizou um animado torneio de futsal na quadra do Centro da Juventude, localizado no bairro Cidade Nova. A abertura ocorreu, neste sábado (20), e contou com a participação de 10 times, sendo dois femininos. A competição atraiu jovens com idades entre 10 e 17 anos.

Rila: “Outras modalidades serão ofertadas” (Foto: Val Fernandes/Assecom)

A gestão municipal tem investido forte em atividades esportivas alcançando todas as comunidades. Além do futsal outras modalidades serão ofertadas como informa a diretora de Direitos Humanos da SASDH, Rila Freze.

“A gente vai estar agora iniciando aula de dança, para que a comunidade tenha atividades aqui”

A diretora ainda ressaltou que as ações esportivas serão levadas para outras áreas da cidade, visando atender diversas comunidades. A iniciativa, segundo ela, é um teste para qualificar ainda mais as atividades oferecidas, contando com o apoio de estagiários de educação física e da prefeitura.

“A gente vai levar essas atividades de torneio para as outras regionais. Então a gente está se organizando, para que a gente possa estar atendendo as demais comunidades.”

Bocalom: “O esporte dignifica as pessoas” (Foto: Val Fernandes/Assecom)

O prefeito de Rio Branco ressaltou o apoio contínuo da gestão municipal ao torneio da juventude. Ele destacou também a relevância do evento para os jovens do município que recentemente enfrentaram uma alagação que afetou muitas famílias da região e o torneio surge como uma forma de reafirmar o compromisso da prefeitura com a comunidade. Por fim, o gestor disse que o esporte é uma ferramenta poderosa que dignifica as pessoas.

“É muito importante 10 times de jovens, crianças aqui correndo atrás da bola, gastando suas energias e mostrando para o mundo que o esporte dignifica as pessoas. O esporte faz com que as pessoas se tornem mais disciplinadas e a disciplina é muito importante na nossa vida. Então eu estou feliz de poder vir aqui e participar da abertura.”

Fonte: Prefeitura de Rio Branco – AC

Comentários

Continue lendo