Na manhã desta sexta-feira (03), o Portal G1, da Rede Globo, publicou um levantamento que mostra o ranking do cumprimento das promessas de primeiro ano de mandato dos governadores dos 26 estados e do Distrito Federal. Os dados revelam que os governantes cumpriram 18% das promessas feitas durante a campanha eleitoral de 2018. No total, foram assumidos 1.158 compromissos assumidos pelos governadores eleitos.

O governador Gladson Cameli (Progressistas), de 64 promessas, só conseguiu cumprir com quatro completamente, oito estão cumpridas em parte e 56 não foram cumpridas ainda. Mas mesmo assim, Cameli (Progressistas) ficou com a porcentagem mais baixa de promessas não cumpridas;

Gladson junto com os Governadores da Bahia, Rui Costa (PT), Paraíba, João Azevedo, São Paulo, João Doria (PSDB), e do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC) foi o quarto dos cinco governadores que mais fizeram promessas na época da eleição.

Das 68 promessas, Cameli só cumpriu 4 ficando com a porcentagem mais baixa. Isso porque ele ficou entre os 4 maiores fazedores de promessas, ficando com a porcentagem de 5,88%. Confira as promessas cumpridas e não cumpridas.

A primeira promessa foi a redução gradativamente os cargos comissionados, eliminando os cargos desnecessários e sobrepostos. A segunda foi a implementação da rede estadual de monitoramento da qualidade do ar. A terceira foi a retomada da Cageacre que funcionava como um depósito de grãos e que agora é um órgão capaz de definir a melhor estratégia com relação à política de armazenamento desses produtos. A última foi a criação da Câmara setorial do agronegócio que tem como principais atores o desenvolvimento estadual e que discute e propõe políticas econômicas que contribuam com o desenvolvimento das cadeias produtivas do agronegócio.

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), realizou 144 promessas e só conseguiu cumprir até agora 19, totalizando uma porcentagem 13,19%.

Já o governador da Paraíba, João Azevedo, realizou 83 promessas sendo que realizou apenas 10, totalizando uma porcentagem 12,05%.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB) realizou 74 promessas e só conseguiu cumprir 17 até agora, totalizando 22,97%.

O governador do Rio de Janeiro, Wilton Witzel (PSC) realizou 58 promessas e só conseguiu cumprir 7, totalizando 12,07%.

Por causa do método utilizado pelo levantamento, Gladson Cameli, ficou atrás até dos cinco governadores que menos fizeram promessas na eleição de 2018, que são:

De Minas Gerais, Romeu Zema (NOVO) que de 14 promessas só conseguiu cumprir apenas uma, totalizando uma porcentagem maior de Cameli por 7,14%.

Rocha (PSL) de Rondônia que de 13 promessas só conseguiu cumprir duas ficando com 15,38% de promessas cumpridas.

De Santa Catarina, Comandante Moisés (PSL) que de 14 promessas cumpriu 4 totalizando 30,77%.

E o do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), que de 17 promessas cumpriu apenas 4, totalizando a 23,53%.

Comentários