O pecuarista Darly Alves, condenado pela morte do ambientalista Chico Mendes, em 1988, na cidade de Xapuri (AC), tomou a primeira dose da vacina contra a COVID-19. Darly publicou em suas redes sociais imagens em que se mostrava feliz e comemorando a primeira dose da vacina.

Darly que hoje tem 84 anos, falou que não via a hora de tomar a vacina e tentar voltar a vida normal que ele tinha antes da pandemia, podendo assim voltar a suas propriedades no estado do Pará na qual ele não vai desde o início da pandemia, e que estão sobre cuidados de seus filhos que lá residem.

Ao entrarmos em contato com seu neto, Guihorran Valladão, ele informou que seu avô está feliz por ter tomando a primeira dose, e que durante toda a pandemia ele não apresentou sinais da doença.

O neto de Darly informou também que seu avô foi vacinado horas depois de ter perdido uma sobrinha para o COVID-19.

Comentários