terça-feira, maio 11, 2021
More
    InícioCotidianoCriminosos gravam momento em que invadem Cidade do Povo e atiram contra...

    Criminosos gravam momento em que invadem Cidade do Povo e atiram contra rivais no Acre; um morreu e 7 ficaram feridos

    -

    Preso monitorado por tornozeleira eletrônica, Yuri Matheus Cavalcante, foi morto na ação criminosa — Foto: Arquivo pessoal

    Por Iryá Rodrigues

    Os criminosos chegaram no bairro em dois carros, segundo informações da polícia. O ataque iniciou na quadra de grama sintética da Cidade do Povo. No local, os bandidos feriram cinco homens com tiros nos pés, mãos e nádegas. Em seguida, eles correm pelas ruas atirando e uma outras duas pessoas são baleadas no meio da rua, sendo que uma delas é a que ficou em estado grave.

    Após a ação, os bandidos ainda roubaram uma caminhonete e uma motocicleta para a fuga. Alguns metros depois, eles abandonaram os veículos e conseguiram fugir do local. A polícia recuperou os veículos roubados, mas nenhum dos criminosos foi localizado.

    Criminosos gravam momento em que invadem Cidade do Povo e atiram contra rivais no AC — Foto: Reprodução

    Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionadas e prestaram socorro aos feridos. Além disso, atestaram o óbito de Cavalcante. O corpo dele foi removido e levado ao Instituto Médico Legal (IML) para os devidos procedimentos.

    A polícia informou que vai repassar mais informações sobre o caso em uma coletiva nesta terça (6). As investigações devem ser conduzidas pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

    Vídeos

    O monitorado por tornozeleira eletrônica, Yuri Mateus de Lima Cavalcante, de 25 anos, foi executado com quatro disparos na cabeça e após foi esfaqueado pelos membros do Comando Vermelho, que fizeram um verdadeiro massacre durante o ataque. Sete pessoas foram atingidas por projéteis de arma de fogo.

    Consta que os criminosos chegaram em três veículos à quadra de grama sintética do conjunto. Desceram e atiraram contra Moisés Teixeira da Silva, 22 anos, Renan Costa Ribeiro, 19 anos, Paulo Vinicius Adelino Soares, 48 anos, Cassemiro Borges de Andrade, 48 anos, David de Souza, 30 anos, Francisco Delcimar Gomes de Oliveira, 38 anos, e Wendel de 23 anos.

    Após a ação criminosa, eles ainda percorram ruas do Cidade do Povo e desferiram vários disparos. O Comando Vermelho quer o domínio do tráfico de drogas do local. O atentado também é uma resposta a mortes de integrantes do CV pelo Bonde dos 13.

    Comentários

    Comentários