Policiais do 2º Batalhão da PM resgataram a ave com sinais de tortura, levaram para atendimento e encaminharam para o Parque Chico Mendes.

Coruja é resgatada com sinais de maus tratos — Foto: Divulgação/Polícia Militar
Por Alcinete Gadelha, G1 AC

Um filhote de coruja foi resgatado por policiais militares do 2º Batalhão da Polícia Militar. Ele estava amarrado de cabeça pra baixo nas grades do muro de uma escola no bairro Cidade do Povo, em Rio Branco, nesta terça-feira (11).

A ave, além de amarrada, apresentava vários machucados e sangrava na momento do resgate e aparentava ter sido torturada antes de ser amarrada à grade.

“Os policiais estavam em patrulhamento quando avistaram a ave amarrada, com um fio de náilon, na grade da escola. Ela estava muito machucada, com a asa cortada”, contou o major Edvan Rogério sobre o resgate da ave.

Coruja estava de cabeça pra baixo amarrada em grade de escola — Foto: Reprodução/Rede Amazônica Acre

O animal tinha vários ferimentos, estava com parte de uma asa cortada, as unhas arrancadas e dedos da pata esquerda cortados.

O major explicou que não há evidências de quem tenha praticado os maus-tratos a ave e informou que a PM fez o registro da ocorrência.

Após o resgate, a ave levada para o Centro de Triagem de Animais Silvestres, onde recebeu os atendimentos necessários.

Comentários