fbpx
Conecte-se conosco

Flash

Corpo é achado em estado de decomposição em chácara de família de senador do Acre

Publicado

em

Argemiro Farias era amigo da família Petecão e morava sozinho na chácara, que fica na BR-364, em Rio Branco.

Argemiro Farias era amigo da família Petecão e morava sozinho na chácara, que fica na BR-364, em Rio Branco. — Foto: Arquivo pessoal

Com jornais do acre

Um corpo em estado de decomposição foi achado dentro da chácara da família do senador Sérgio Petecão e da vereadora Lene Petecão, ambos do PSD-AC. Argemiro de Figueira de Farias, de 73 anos, era amigo da família Petecão e morava há muitos anos na chácara, que fica na BR-364, na saída de Rio Branco.

Vizinhos sentiram falta do idoso e pularam a parte de trás da propriedade e acharam o corpo próximo da piscina. A casa onde Farias vivia estava revirada com todos os móveis e pertences fora do lugar.

Idoso adotado pela família de Petecão é vítima de latrocínio na chácara onde morou a mãe do senador

A família informou que o senador já soube da situação, mas está no hospital com uma filha que sofreu um acidente.

A Polícia Civil esteve no local para tentar identificar o que houve. O Instituto Médico Legal (IML) recolheu o cadáver e levou para exames para descobrir como Farias foi morto.

A reportagem tentou contato com o plantão da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), mas não obteve resposta até a última atualização desta reportagem.

Abalada com a morte do idoso, a vereadora Lene Petecão destacou que Farias era considerado uma pessoa da família, que morava há muito tempo no local desde quando a mãe dela se mudou para a propriedade.

Ele dividia a chácara com um caseiro, que se mudou do local recentemente.

“Como ele era sozinho, uma vizinha dava conta dele para gente. Avisava quando precisava de algo e a gente corria lá, levava remédio e outras coisas. Sentiu falta dele e achou hoje [quinta, 25] à tarde”, explicou.

Família acredita que homem pode ter sido vítima de latrocínio — Foto: Arquivo pessoal

O marido da vereadora esteve na propriedade e disse ter visto ainda manchas de sangue no local. Lene confirmou que o idoso era ativo, não tinha problemas para se locomover e ajudava a cuidar da chácara.

“O Petecão tem uma chácara para lá e quando ia sempre parava para falar com ele. A gente tinha uma relação muito próxima com ele, só que moramos na cidade e ele na chácara, que era a casa da minha mãe. Mesmo depois que a mãe morreu ele ficou lá, não tiramos”, lamentou.

A vereadora acredita que o idoso possa ter sido vítima de latrocínio. Porém, a família ainda não sentiu falta de nenhum pertence da propriedade.

“Meu marido disse que desligaram a geladeira, carne e frango estavam podres. Ele cuidava da criação das galinhas, dos patos. Era um homem bom, de família, educado. Toda semana a gente ligava para saber se estava tudo bem”, concluiu.

A Polícia Civil começou a investigar o caso.

Um vídeo enviado ao Notícias da Hora mostra o interior da pequena residência de alvenaria que o senhor Argemiro morava com seus móveis completamente revirados, o que leva a entender que os ladrões foram ao local para roubar.

Comentários

Continue lendo

Flash

Governador Gladson Cameli entrega novos títulos definitivos a entidades religiosas e alcança marca de quase 11 mil regularizações fundiárias em sua gestão

Publicado

em

Em uma cerimônia marcada pela emoção e compromisso com a cidadania, o governador Gladson Cameli, acompanhado da vice-governadora Mailza Assis, realizou na tarde desta terça-feira, 23, a entrega de novos títulos definitivos de regularização fundiária para templos religiosos por meio do programa Terra Legal, realizado pelo Instituto de Terras do Acre (Iteracre).

O evento, realizado na Igreja Assembleia de Deus na Vila Acre (IEADVA), em Rio Branco, destacou um marco significativo na gestão do governador, que agora chega à marca de quase 11 mil títulos definitivos entregues.

Cerimônia contou com a presença de aproximadamente 500 pessoas, incluindo representantes do Governo do Estado do Acre Foto: Diego Gurgel/Secom

“Entregar títulos definitivos é uma das agendas que mais me dá prazer como governador. Cada título representa segurança jurídica, valorização imobiliária e inúmeros benefícios sociais e econômicos para as comunidades”, afirmou o governador Gladson Cameli. Ele destacou ainda que já foram entregues títulos definitivos entre urbanos e rurais, em todo o estado do Acre, consolidando seu compromisso com a regularização fundiária e a cidadania dos acreanos.

A cerimônia contou com a presença de aproximadamente 500 pessoas, incluindo representantes do Governo do Estado do Acre, Corregedoria Geral da Justiça, Superintendência do Incra e 1º Ofício de Registro de Imóveis. Foram entregues 21 títulos definitivos às entidades religiosas, beneficiando diretamente as congregações das regionais da IEADVA, que juntas atendem uma comunidade de mais de três mil pessoas.

Investimento total para esta iniciativa foi de R$ 109 mil, financiado pelo Programa de Trabalho Fortalecer o Programa Igreja Legal. Foto: Diego Gurgel/Secom

O investimento total para esta iniciativa foi de R$ 109 mil, financiado pelo Programa de Trabalho Fortalecer o Programa Igreja Legal. Este valor não só facilitou a regularização fundiária das instituições religiosas, mas também eliminou burocracias e custos adicionais para os beneficiários, garantindo que as entidades possam investir em melhorias estruturais e sociais.

Romário Costa, presidente do Iteracre, destacou a importância do Programa Igreja Legal durante a entrega dos títulos. “Essa entrega é para beneficiar, desta vez, as comunidades evangélicas aqui da região do Vila Acre. É um trabalho em que mais de 64 igrejas estarão sendo contempladas e, nesse primeiro momento, a gente já vai entregar os títulos definitivos para mais de 20 entidades religiosas, beneficiando um público da comunidade evangélica do nosso estado e da nossa cidade de Rio Branco”, explicou Costa.

Presidente do Iteracre, Romário Costa. Foto: Diego Gurgel/Secom

A vice-governadora Mailza Assis também expressou sua satisfação com a iniciativa. “Eu adoro o sentimento de ver hoje uma entrega que contempla não só as pessoas, mas também as entidades religiosas do Estado. A regularização de um imóvel abre caminho, dá uma maior liberdade com a valorização desse imóvel. E é um sonho, principalmente de uma igreja, ter o seu terreno, o seu prédio regularizado, isso é muito importante. Tem sido um trabalho incansável do governo, um investimento bem grande nessa situação, são mais de 11 mil imóveis ou regularizações feitas”, afirmou Mailza Assis.

Além de proporcionar segurança jurídica e valorização imobiliária, a entrega dos títulos definitivos também gera oportunidades econômicas para as comunidades. “Isso é muito significativo, porque essas entidades passam a ter segurança para investirem na infraestrutura das suas dependências para receberem os seus fiéis com mais conforto”, destacou o governador Cameli. “Significa ainda geração de empregos e oportunidades porque qualquer tipo de obra demanda mão de obra. O título definitivo também representa que a entidade religiosa contemplada passa a ter um bem imobiliário que pode ser a fonte para novas doações e até mesmo de financiamento para investimentos em programas sociais”.

“Eu adoro o sentimento de ver hoje uma entrega que contempla não só as pessoas, mas também as entidades religiosas do Estado”, disse a vice-governadora. Foto: Diego Gurgel/Secom

Vidas transformadas 

A Igreja Assembleia de Deus na Vila Acre (IEADVA) tem uma longa e abençoada trajetória desde sua fundação em 1976. O pastor João Gomes relembra com gratidão como a igreja cresceu e prosperou ao longo dos anos, graças às bênçãos divinas e ao esforço da comunidade. Hoje, a igreja conta com várias congregações que, até recentemente, enfrentaram desafios relacionados à legalização de seus terrenos.

Neste momento histórico, a IEADVA e suas congregações estão sendo beneficiadas pelo programa Igreja Legal, organizado pelo Iteracre sob a liderança do governador Gladson Cameli. “Pela graça de Deus e o trabalho do nosso governador, juntamente com a equipe do Iteracre, hoje estaremos recebendo títulos de alguns terrenos das nossas congregações”, celebra o pastor João Gomes.

Iniciativa não só regulariza os terrenos, mas também fortalece a segurança jurídica e a capacidade de investimento das igrejas, permitindo-lhes continuar seu importante trabalho espiritual e social. Foto: Diego Gurgel/Secom

A iniciativa não só regulariza os terrenos, mas também fortalece a segurança jurídica e a capacidade de investimento das igrejas, permitindo-lhes continuar seu importante trabalho espiritual e social. “Queremos agradecer ao governador Gladson Cameli pelo trabalho e pela sensibilidade que ele tem tido com as instituições do nosso Estado”, conclui o pastor, ressaltando a importância desse gesto para a comunidade e o futuro das congregações da IEADVA.

O presidente do Iteracre, Romário Costa, reafirmou o compromisso contínuo da instituição com a regularização fundiária. “Estamos ativos nessa questão da regularização fundiária. Este ano, já teremos entrega de títulos definitivos para beneficiários da zona rural. Continuaremos entregando títulos aqui na cidade de Rio Branco, onde conseguimos, por exemplo, destravar uma regularização fundiária de mais de 30 anos do bairro Wanderley Dantas, que tinha uma penhora com a Justiça Federal, e o nosso governo com certeza conseguirá entregar esses benefícios para a nossa população.”

Pastor João Gomes relembra com gratidão como a igreja cresceu e prosperou ao longo dos anos. Foto: Diego Gurgel/Secom

O evento de entrega de títulos definitivos não apenas reafirma o compromisso do governo de Gladson Cameli com a regularização fundiária, mas também fortalece as bases para um futuro mais seguro e próspero para as instituições religiosas e suas comunidades no Acre.

Comentários

Continue lendo

Flash

Tem Boca sim! Bolsonaro ao vivo e cerca de 12,5 mil pessoas marcam convenção de Bocalom e Alysson

Publicado

em

Assessoria

Cerca de 12,5 mil rio-branquenses marcaram presença na convenção partidária que oficializou a candidatura a prefeito de Tião Bocalom (PL-AC) e Alysson Bestene como vice-prefeito. O evento contou com a presença de grandes autoridades do estado e oficializou também as candidaturas à Câmara de Vereadores dos partidos da aliança: PL, PP, União Brasil, PSDB/Cidadania e Podemos.

O Ginásio do Sesc ficou lotado. Todo o pass pátio também. Mas quem ficou na parte de fora também acompanhou o evento: a organização preparou estrutura com telões e som para a militância que ficou na parte externa.

Um dos momentos mais marcantes da festa foi a participação, em vídeo, do ex-presidente Jair Messias Bolsonaro. O maior líder da direita brasileira deixou uma mensagem a todos os presentes, lembrando dos dias que esteve em território acreano e a importância do projeto encabeçado por Bocalom e Alysson: “Nós não vamos desistir de Rio Branco, do Acre e nem do Brasil!”.

Michelle Bolsonaro também participou em vídeo e deixou uma mensagem especial às mulheres: “É chegado esse dia tão especial! Quero saudar a todos, em especial às nossas mulheres. Nós vamos sim, falar de política e promover a verdadeira revolução. Vamos fazer isso em colaboração mútua. Que Deus nos abençoe”.

O senador Márcio Bittar, que colocou Bolsonaro à linha, comemorou a união da direita ainda no primeiro turno: “Essa chapa é a chapa da união, por isso estamos aqui. Isso não seria possível se não houvesse uma colaboração mútua, com um objetivo em comum. Em 2026, estaremos com Bolsonaro de novo!”. Os deputados federais Ulysses, Antônia Lúcia, Gerlen Diniz e estaduais Nicolau Júnior e Arlenilson Cunha, além do prefeito de Bujari Padeiro, vereadores, vice-governadora Mailza também abrilhantaram o evento.

O governador Gladson Cameli falou da importância de todos no período de campanha, agradeceu aos que atenderam seu chamado para apoiar a aliança e reiterou total apoio a Bocalom: “Tem uma cidade que precisa ser cuidada, e aqui está a melhor opção para cuidar dessa cidade. Gosto de governar, gosto das pessoas, e Bocalom e Alysson vão nos ajudar nesse trabalho. Preciso de vocês unidos!”.

Alysson Bestene falou sobre a alegria de presenciar esse momento, e pediu aos rio-branquenses a oportunidade de ajudar a cuidar da cidade. “Tô muito feliz! Podem certeza que vocês vão ter um amigo, um trabalhador. Bocalom, pode ter certeza que você vai ter um vice-prefeito leal. Rio Branco, vamos continuar avançando!”.

Emocionado, Tião Bocalom agradeceu ao senador Márcio Bittar pela união e a todos os envolvidos na grande festa. “Que festa linda! Esse é o momento mais especial da minha vida. Agradeço de coração a cada um que está aqui festejando com a gente. Eu tenho certeza que essa união vai nos levar a vitória, ainda no primeiro turno!”.

Comentários

Continue lendo

Flash

Educação do Estado lança e-book para divulgar métodos de inclusão de alunos com TDAH nas escolas

Publicado

em

Em resposta ao aumento significativo de diagnósticos de alunos com transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) nas escolas da rede pública, a Secretaria de Estado de Educação e Cultura do Acre (SEE) lançou na primeria quinzena de julho o e-book “Guia para inclusão de alunos com TDAH no contexto escolar”. O material visa subsidiar os profissionais da educação no atendimento a esse público-alvo e será utilizado nas escolas da rede estadual a partir do segundo semestre de 2024.

Como o TDAH é um transtorno do neurodesenvolvimento que afeta o comportamento e pode prejudicar a aprendizagem, a equipe do Departamento de Educação Especial da SEE identificou a necessidade de fornecer orientações claras aos professores, gestores e coordenadores pedagógicos sobre como lidar com esses alunos.

Guia visa subsidiar profissionais da Educação no atendimento às crianças com TDAH no ambiente escolar. Foto: Mardilson Gomes/SEE

Especialistas do departamento realizaram uma ampla revisão da literatura existente sobre TDAH e consultaram o parecer do Conselho Estadual de Educação. O resultado é um e-book abrangente, que explica o que é o TDAH, seus efeitos no ambiente escolar e oferece exemplos de intervenções práticas para minimizar as dificuldades. A construção do material levou seis meses.

“As escolas traziam essa dificuldade para nós, de como lidar com estudantes com TDAH e, em função dessa dificuldade, elas estavam sempre buscando um apoio de professor mediador. E aí, como esse não é um público que é indicado para ser atendido por professor mediador, desenvolvemos o guia para orientar todos os profissionais sobre os ajustes possíveis que irão contribuir para amenizar as dificuldades que se apresentam em sala de aula”, explica Hadhianne Peres, chefe do departamento.

Chefe do Departamento de Educação Especial, Hadhiane Peres explica que guia surgiu da necessidade dos profissionais da educação saberem como lidar com alunos com TDAH. Foto: Mardilson Gomes/SEE

Preparar os professores para lidar com diferentes formas de aprendizagem é essencial para apoiar e promover o desenvolvimento dos alunos. As orientações fornecidas no guia têm como objetivo facilitar a integração dos alunos com TDAH com seus colegas, promovendo um ambiente escolar mais inclusivo e acolhedor.

“Esse guia é tudo o que nós, professores regentes, precisávamos, porque, quando a criança chega, começamos notar a diferença de uma para outra. Existem muitas crianças em uma turma e elas pensam e aprendem de todas as maneiras. Esse guia veio para nos ajudar a identificar cada transtorno. Eu já li e reli e estou encantada com o guia. Ele vai nos ajudar na elaboração de estratégias para lidar com cada criança”, enfatizou a professora Maria Enilda Portela, da Escola Luísa Batista, em Rio Branco.

O material foi distribuído por e-mail às equipes gestoras das escolas da rede estadual de ensino e aos Núcleos de Representação da SEE nos municípios. Para as escolas do campo, o guia será entregue em formato impresso, garantindo que todos os profissionais tenham acesso às estratégias pedagógicas necessárias para otimizar o ensino.

“Esse guia veio para nos auxiliar dentro da escola, não só os professores, coordenadores e gestores, mas todas as pessoas que estão dentro da escola e lidam com os alunos. Ele chegou numa boa hora, pois muitas vezes, diante de diversas situações apresentadas por uma criança com TDAH, não sabemos como lidar, então esse guia vai ser uma cartilha diante dessas situações”, declarou Cristina Araújo, gestora da Escola Ramona de Castro, também na capital.

O material será utilizado já no segundo semestre de 2024, em todas as escolas do estado. Foto: Mardislon Gomes/SEE

O guia inclui orientações específicas para os professores regentes e os responsáveis pelas salas de recursos multifuncionais. Embora os alunos com TDAH geralmente não sejam acompanhados por mediadores, já que o TDAH não é uma deficiência, a publicação enfatiza a importância de adaptações e acompanhamento em sala de recursos para apoiar esses estudantes.

Confira o Guia

Comentários

Continue lendo