O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) instaurou procedimento preparatório para investigar a unidade hospitalar particular Pronto Clínica, em Rio Branco.

O procedimento foi aberto pela promotora de Justiça Alessandra Garcia Marques, da 1ª Promotoria de Justiça Especializada de Defesa do Consumidor, após receber denúncia de que a unidade hospitalar estaria recebendo pacientes infectados pelo coronavírus sem dispor plenamente de condições estruturais e sanitárias adequadas para tanto.

O Ministério Público oficiou a direção do hospital para que informe de modo detalhado com vem prestando atendimento ao consumidor durante a pandemia.

Também solicitou à Gerência de Vigilância Sanitária do município, Conselho Regional de Medicina e o Conselho Regional de Enfermagem, que realizem visita na unidade investigada e informem as condições estruturais e sanitárias do local.

 

Andréia Oliveira – Agência de Notícias do MPAC

Comentários