Charlenildo teve que ser transferido para Rio Branco, onde seria operado para retirada de projétil
Charlenildo teve que ser transferido para Rio Branco, onde seria operado para retirada de projétil

Alexandre Lima

O que era pra ser uma festividade pra comemorar a vitória da Seleção Brasileira quase terminou em tragédia na noite deste sábado, dia 28, num bar localizado na cidade de Epitaciolândia, conhecido por Supremo.

Segundo foi levantado pelas autoridades, o local tinha muitas pessoas que bebiam e dançavam quando se iniciou uma confusão com homens de uma mesa por causa de uma mulher. Foi quando um sacou de uma pistola e efetuou cerca de três disparos.

Um desses disparos teria ricocheteado no chão e acertado a região escrotal e peniana de Charlenildo da Silva Ribeiro (26). O homem que atirou se evadiu do local num carro modelo Chevrolet/Corsa de cor preta tomando rumo ignorado com a arma.

As informações que as autoridades obtiveram inicialmente e que estão investigando, que seria um agente penitenciário o principal suspeito de ter efetuado os disparos no local.

A vítima foi levada para o hospital de Brasiléia, onde recebeu os primeiros socorros. Foi constatado que o projétil ficou alojado e seria necessário sua transferência para a Capital onde seria operado para a retirada.

Agentes civis e militares foram acionados para tentar localizar o acusado pela fronteira e postos policiais foram alertados. Charlenildon não corria risco de morte.

Comentários