Reticencias…

Passei alguns dias para conseguir escrever sobre Rhuan Maycon, conforme denúncia morto por sua mãe homossexual e a companheira no dia 31 de maio, em Samambaia/DF. Abordar essa pauta, me causa aflição.

Considerando a mídia tímida…

…em relação ao caso os internautas revoltados, pedem justiça compartilhando o fato.

Será que nada justifica tamanha crueldade?

As experiências negativas vivenciadas por Rosana Auri da Silva Cândido e a companheira Kacyla Damasceno, lhes permitem sentenciar alguém a tortura e a morte?

Como pode uma mãe…

…castrar o filho negando-lhe a possibilidade de ser menino e, não satisfeita com tamanha perversidade, mata a criança com requintes de crueldade?

Misandria.

O inocente viveu e morreu refém do ódio de assassinas perversas. Rejeitado por sua mãe, Rhuan representava despesas, desobediência e não era menina. Justificativa que nauseia, enguia.

Monstros existem.

Rhuan Maycon, uma criança de nove anos, acreana, que por sua mãe foi sequestrada, torturada, castrada, morta, desfigurada, queimada, esquartejada e descartada em uma vala.

Mentes patológicas misandricas…

…não conseguem conviver com o sexo oposto, mesmo sendo uma criança indefesa. No caso Rhuan, se evidencia a repulsa extrema. A mãe e a companheira, ao mutilar a genitália do filho, fantasiosamente elimina o poder do macho, isso indica o estado doentio das assassinas.

São monstros sim.

Por mais bizarro que pareça, existem seres capazes de cometer crueldades indescritíveis independente da orientação sexual, condição social ou etnia.

Sem culpa

No histórico abordado a disputa pela guarda do filho, por ela repudiado, figurava a medida de força contra o homem. Ignorando a decisão judicial em favor do pai, opta por sequestra-lo. A fúria egocêntrica dessas mulheres, demonstra consentir-lhes apenas odiar.

Coisa demoníaca.

…capaz de abalar profissionais de saúde mental. Se não existe razão é impossível alcançar a compreensão. Dói constatar o respeito banalizado, o amor censurado e a cisão familiar.

Por que não procurar ajuda profissional?

Aquele que se apresenta desprovido de emoções, acredita unicamente na sua verdade fantasiosas. Nas atitudes perversas, se observa ausência de temor a punição.

Não demonstraram compaixão…

…e são violentas. Embora não possa afirmar, visto somente acompanhar o caso através das mídias, creio que a extrema frieza é indicativo de psicopatia. Mesmo que punidas, quando livres, possivelmente cometerão barbaridades sem remorso.

Mutiladas de sentimentos…

…duas mulheres incapazes de amar e perigosas para o convívio em sociedade. A esses monstros o ideal seria a prisão perpétua, se existisse no Brasil.

Comentários