Taxista tentava fazer ultrapassagem e não viu o motociclista que estava na frente do outro carro e tentou fazer uma manobra à esquerda, quando houve a batida frontal.

Um homem identificado como Josafá Maris de Oliveira da Silva, que transitava na BR 317, Estrada do Pacífico, no km 70, perdeu a vida após ter sido atropelado por um taxi lotação que ia sentido Brasiléia/Assis Brasil nas primeiras horas desta segunda-feira, dia 14.

Segundo foi apurado pelas autoridades policiais, o taxista identificado como Jaci Frota Batista, realizava uma ultrapassagem na BR quando aconteceu o acidente. Consta que acabara de passar do veículo que ia à sua frente pela esquerda, quando percebeu sem ter como desviar, a moto que fazia manobra para a mesma via da estrada, tentando acessar um ramal.

O taxista Jaci Frota, que dirigia o carro, que bateu frontalmente na motocicleta de Josafá Maris informou que conduzia três passageiros e apenas um deles teve escoriações leves. Ele e os demais passageiros estão bem.

“Fui ultrapassar um carro que estava na minha frente, um pálio, e mais a frente do pálio ia o motoqueiro e eu não vi porque estava atrás do pálio e quando fui ultrapassar ele virou para entrar no ramal do Alemão e bati nele e me deparei com a parada de ônibus”, contou.

De acordo com o boletim de ocorrência, Oliveira ainda chegou a ser socorrido por terceiros e morreu a caminho do hospital.

“Não tem nem explicação, porque há 20 anos dirijo e nunca me deparei com uma situação daquelas. Ainda mais em saber que teve vítima fatal, um homem trabalhador que, assim como eu, estava trabalhando. Terrível”, lamentou.

Com o impacto, Josafá ficou bastante ferido e ainda foi colocado na carroceria de uma pick-up, mas, infelizmente não resistiu aos ferimentos e foi a óbito antes de chegar no hospital Wildy Viana, em Brasiléia.

Um garupa, identificado como Jackson da Silva Ferreira, sofreu escoriações pelo corpo e um corte na face. Este foi levado para o hospital e recebeu os primeiros socorros, ficando em observação.

O motorista do taxi se aprestou na delegacia para os devidos trâmites relacionado ao acidente, juntamente com demais testemunhas. O corpo será levado ao IML na Capital para os procedimentos de praxe e depois liberado aos familiares.

Comentários