Fiscalizações ocorreram nas oito unidades do Acre. Direção do ISE confirmou que não achou ilícitos nas revistas.

Agentes socioeducativos revistaram celas de adolescentes em busca de ilícitos — Foto: Divulgação/ISE-AC
Por Aline Nascimento, G1 AC

Os oito centros socioeducativos do Acre foram submetidos a revista e fiscalizações para evitar fugas de adolescentes.

A inspeção foi realizada durante o período de carnaval, que, segundo a direção do Instituto Socioeducativo do Acre (ISE), é um período propício para fugas nas unidades.

__________________

O trabalho foi encerrado na quinta-feira (27) com revistas nas unidades de Sena Madureira e Brasiléia, interior do Acre. A ação contou com efetivo de 120 servidores.

__________________

“Finalizamos com revistas no Centro Socioeducativo do Alto Acre, que fica em Brasiléia, e em Sena Madureira. Além desses, tivemos também em Feijó, que foi na terceira noite de carnaval e em Cruzeiro do Sul. Em Rio Branco, foram realizadas em duas unidades”, confirmou o diretor-presidente do ISE, Rogério Silva.

O diretor acrescentou que não foi achado drogas, armas artesanais e nem outro ilícito nas unidades durante a fiscalização. Silva complementou que os adolescentes ficam sem atividades nas unidades durante o feriado prologando de carnaval, o que causa a ociosidade.

“Tem também a vontade de querer participar e relembrar os momentos que vivenciaram no passado e vem a ideia da fuga. Então, historicamente temos registro de fugas durante o carnaval, tanto no Acre como no Brasil afora”, concluiu.

Comentários