DSC_0780

WILIANDRO DERZE E ALEXANDRE LIMA
Vídeo e edição: Marcus José e Marquinhos Filho

As equipes do Jaraguá e Ressaca fizeram a final mais aguerrida do campeonato de futsal Jaeder Silva dos Santos 2014. Contanto com um público de quase 2700 pessoas que lotaram o ginásio Eduardo Lopes Pessoa em Brasiléia no sábado, 23. A rivalidade foi travada dentro e fora de quadra com os gritos das torcidas a todo o instante empolgando os atletas.

A equipe do Jaraguá que conquistou o acesso a 1º divisão da competição ano passado não se intimidou com os adversários renomados da elite do futsal de Brasileense. Contra o Ressaca vice campeão em edições anteriores da 1º divisão, o Jaraguá começou a partida determinando o tom da partida.

FINAL FUTSAL 2014-196

Os primeiros ataques e bolas passando perto do gol adversário mostraram que a equipe novata na primeira divisão não estava somente como azarão na competição por ter chegando na final.

Aos quase 7 minutos a equipe do Jaraguá abriu o placar com gol do Vando da Silva, levando a torcida a estremecer o ginásio. Em desvantagem no início do jogo a equipe do Ressaca cresceu na partida e arrancou o empate aos oito minutos e meio da partida com Rojailson Ribeiro.

O clima do jogo começou a esquentar com ataques e defesas a todo o instante levando a torcida ao delírio com as jogadas. Mas foi aos nove minutos e sete segundos que João Paulo virou o jogo fazendo o segundo gol.

Sentindo que poderia deixar o Ressaca crescer no jogo e ampliar o marcador a equipe do Jaraguá trabalhava a bola e tentava buscar o ataque de forma eficiente. Em uma jogada rápida pela esquerda Franceumo de Jesus empatou novamente o jogo. Mas antes do final do primeiro tempo terminar a equipe do Ressaca fez o terceiro gol do jogo com Renan Nascimento.

DSC_0500

No segundo tempo os nervos dos jogadores pareceram estar à flor da pele. Muitas faltas marcaram o inicio do 2º tempo da partida.

Em uma jogada de muita confusão na entra da área do goleiro do Ressaca o pivô Gilvane da Silva marca o terceiro gol do Jaraguá empatando a partida em 3 a 3. Mas não ficou somente no empate, em seguida veio a virada em cima do Ressaca, com o gol de Antônio da Silva, que ao marcar comemorou com a torcida o quarto da equipe.

Assustados mais com toda a determinação de buscar o titulo a equipe do Ressaca concentrou seus jogadores na frente buscando o gol de empate que veio pelos pés de João Paulo aos 17 minutos do 2º tempo empatando a final em 4 a 4.

Nos últimos minutos do 2º tempo, a equipe do Jaraguá marcou o 5º gol da partida com Vando. E no momento que a torcida gritava “é campeão, é campeão”. Rojailson empatou o placar deixando tudo igual. As equipes ainda tentaram marcar o gol do titulo, mas o placar ficou igual até o final da segunda etapa.

Na prorrogação as equipes debilitadas e mostrando muito cansaço perderam a técnica e também a tática deixando o coração no bico do tênis falar mais alto.

O placar marcando igualdade das equipes a prorrogação terminou e os times foram para os pênaltis.

As torcidas apreensivas e gritando o nome de seus times incentivava os atletas que demonstravam a exaustão de um jogo aguerrido e com muitas faltas.

As duas equipes erraram os primeiros dois pênaltis que bateram. Em seguida o Jaraguá marcou e Ressaca empatou. Na terceira cobrança para cada lado o Jaraguá marcou e o Ressaca desperdiçou a chance. Consagrando a equipe do Jaraguá campeão da 1º divisão do campeonato Brasileense Jaeder Silva dos Santos 2014.

A torcida que esperava comemorar com a sua equipe invadiu a quadra e em ritmo de “é campeão, é campeão” parabenizavam os atletas pela conquista inédita do titulo da elite do futsal de Brasiléia.

Os campeões e vices receberam as premiações do prefeito Everaldo Gomes que gante pelo segundo ano consecutivo premiações de destaque em todo o Estado.

O campeão recebeu das mãos do prefeito troféus e medalhas e a quantia de R$ 4 mil em dinheiro pela conquista do titulo.

Torcidas se excedendo nas comemorações

As duas torcidas também não contiveram suas euforias pelas jogadas de suas equipes. A cada lance polemico ou gol que era marcado a quadra era tomada por copos com água, latas de cervejas paralisando a partida e fazendo os jogadores e organizadores limpar a bagunça para a retomada do jogo.

Quando a situação ficou incontrolada, policiais foram chamados para conter os ânimos das torcidas que a todo o momento gritavam e jogavam objetos na quadra.

Mas com o policiamento dentro do ginásio as torcidas se acalmaram e o jogo continuou aguerrido e com a torcida controla e somente empolgando os atletas com gritos de incentivo.

 

 

Comentários